Portal da Cidade Foz

Precaução

Passeios de barco próximos das quedas das Cataratas estão suspensos pela Marinha

A medida é uma precaução, para que se mantenha distância dos paredões de rocha, após o incidente ocorrido em Capitólio (MG), no sábado, 8.

Publicado em 10/01/2022 às 14:53
Atualizado em

(Foto: Arquivo/Macuco Safari)

A Marinha do Brasil solicitou nesta segunda-feira (10), a suspensão dos passeios de barco próximos as quedas das Cataratas do Iguaçu. A decisão teve como base o acidente ocorrido no sábado (8) em Capitólio, Minas Gerais, no qual uma parede inteira de rocha desabou e atingiu embarcações, deixando 10 mortos e dezenas de feridos.

Segundo a direção do Parque Nacional do Iguaçu, os chamados passeios secos, aqueles nos quais os barcos não se aproximam das quedas, continuam ocorrendo. Somente 

Por medida de precaução, a Marinha solicitou que seja mantida a distância das margens e encostas da região, até que sejam apresentados laudos e estudos geológicos que comprovem a segurança do local para passeios.

"É realizado o monitoramento constante. Estaremos apresentando e avaliando a necessidade de novos estudos ou não, e possivelmente a depender do parecer da Marinha os passeios voltem a sua totalidade em breve”, informou o diretor substituto do Parque Nacional do Iguaçu, José Ulisses, em entrevista à RPC TV.

“Nós vemos como uma medida de cautela, de precaução, mas não temos motivos para nos preocupar tanto. O tipo de rocha aqui é bem diferente da rocha de Capitólio, a nossa é o basalto, é uma rocha mais firme, formada por blocos. Não sou especialista, mas vamos ouvir os especialistas, avaliar os laudos e tomar a decisão”, complementou o diretor substituto.

Fonte:

Deixe seu comentário

Outras notícias