Portal da Cidade Foz

emprego

Agências do Trabalhador vão intermediar mil vagas para segunda ponte

Postos de trabalho serão abertos em função da construção da segunda ponte ligando o Brasil e o Paraguai.

Postado em 17/06/2019 às 21:57 |

(Foto: Divulgação )

As agências do Trabalhador de Foz do Iguaçu e região vão intermediar mil vagas de emprego para a construção da segunda ponte entre o Brasil e o Paraguai, em Foz do Iguaçu. A parceria foi alinhada entre a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e o consórcio vencedor para execução da obra. As vagas serão disponibilizadas para os cargos de técnico administrativo, auxiliar de serviços gerais, almoxarife e engenheiro. A previsão é que construção seja concluída em três anos.

De acordo com secretário da pasta, Ney Leprevost, que sugeriu a parceria, essa será mais uma oportunidade de emprego intermediada pelas Agências do Trabalhador de Foz e região. “Este é o compromisso deste governo, gerar mais empreendimentos e renda para os paranaenses”.

A ação do Departamento do Trabalho atende determinação do secretário de colocar em prática um formato proativo de captação de vagas a serem intermediadas pelas Agências do Trabalhador de todo o Estado.

A abertura dos postos de trabalho depende da definição do cronograma para a realização da obra por parte das empresas. A expectativa é que aconteça ainda este ano, de acordo com o gerente do consórcio, Osman Bove.

Também participaram da reunião o chefe do Departamento do Trabalho, Eder Colaço e demais técnicos da secretaria estadual.

Governo - O governador Carlos Massa Ratinho Junior e o diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Joaquim Silva e Luna, se reuniram na semana passada em Foz do Iguaçu para acertar detalhes do contrato de gestão da obra da segunda ponte ligando Brasil e Paraguai. A Ponte da Integração e uma via perimetral custarão R$ 462 milhões para a hidrelétrica e a administração das obras ficará a cargo do Governo do Estado.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas