Portal da Cidade Foz

Cidade

Após denúncia de jovem de Foz do Iguaçu, MPF investigará MC Mirella

MPF investiga MC Mirella por suposto tráfico internacional de menores para fins sexuais.

Postado em 21/04/2019 às 16:58 |

(Foto: Reprodução/Redes sociais)

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou uma investigação sobre a participação da funkeira MC Mirella em suposta prática de tráfico internacional de crianças e adolescentes para fins sexuais. Há cerca de uma semana, no último sábado (13), uma jovem de 17 anos de Foz do Iguaçu relatou, nas redes sociais, uma suposta conversa com a cantora, que teria ocorrido em novembro de 2017, quando ela ainda tinha 16 anos. No diálogo, Mirella teria oferecido até R$ 5 mil para que a adolescente passasse um final de semana "com um amigo", identificado como um empresário do Paraguai. A artista, de 21 anos, com mais de 10 milhões de seguidores no Instagram, classificou as acusações como "um absurdo", mas confirmou a existência da conversa.

Ao determinar a instauração de uma "notícia fato", o procurador da República Wesley Miranda Alves frisou ter sido informado sobre o caso pelas próprias redes sociais, por onde recebeu "vídeos e mensagens postados por uma das supostas vítimas". O procurador, porém, solicitou, no documento, que o caso fosse remetido à Procuradoria da República no Município (PRM) de Foz de Iguaçu, no Paraná, onde mora a jovem que fez a denúncia.

A jovem, cuja identidade foi preservada, afirma ter sido abordada pela cantora na época do suposto diálogo. Nas imagens expostas, Mirella inicia uma conversa com a adolescente oferecendo R$ 2 mil e passagens de ida e volta, além de "despesas" necessárias, para passar um final de semana saindo "com um amigo".

A versão da cantora

Por meio de um vídeo, a MC publicou em suas redes sociais oficiais uma nota de esclarecimento. A funkeira considerou as acusações como inverdades e disse não ter nada contra quem adota práticas como as que ela estava sendo acusada — aliciamento de menores de idade. Por meio de assessoria, a cantora esclareceu que se referia a "não se intrometer na forma em que as pessoas ganham a vida". Confira o vídeo na íntegra abaixo.



Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas