Portal da Cidade Foz

fronteira

Avança projeto de reconhecimento facial entre Brasil e Paraguai

As câmeras farão o reconhecimento facial de quem passar pela ponte e também das placas dos veículos.

Postado em 17/04/2018 às 21:21 |

(Foto: Arquivo)

Com investimento de R$ 6,5 milhões, o projeto de câmeras de reconhecimento na Ponte da Amizade deve, enfim, sair do papel. Isso porque, segundo o delegado da Polícia Federal de Foz do Iguaçu, Fabiano Bordignon, a Itaipu deve entrar, em breve, com processo licitatório para garantir a implantação do sistema. A data para a licitação ainda não foi divulgada.

"As câmeras farão o reconhecimento facial de quem passar pela ponte e também das placas dos veículos", explica o delegado da PF. O reconhecimento em veículos será feito em parceria com o Detran (Departamento Nacional de Trânsito).

O projeto, assim que entrar em funcionamento, mudará todo o sistema atual, que é realizado de forma aleatória e sem auxílio de tecnologia. "A vantagem maior é que a Receita Federal fará a manutenção desse serviço", diz. A manutenção será feita pela Receita por três anos. Depois desse período será necessária contratação de empresa prestadora de serviços.

O projeto de reconhecimento facial surgiu durante reunião do Conselho Tripartite, no ano passado, e idealizado em conjunto com o Paraguai, país que faz divisa direta na Ponte da Amizade. Vale lembrar que todo o sistema será executado em parceria com os órgãos de segurança dos dois países. "O reconhecimento facial faz uma análise de risco, um alerta também para abordagens. É um ótimo projeto, e que agora foi embarcado também pela Itaipu", afirma Bordignon.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas