Portal da Cidade Foz

internacional

Especialista em conservação integra equipe do Parque das Aves

Biólogo especialista em ecologia e zoologia tropical, será um consultor internacional em conservação para o parque.

Postado em 12/02/2018 às 11:38

(Foto: Divulgação)

O Parque das Aves, aprimorando e profissionalizando cada vez mais seu trabalho, acaba de receber mais um membro em sua equipe. O Prof. Dr. Manfred Niekisch, biólogo especialista em ecologia e zoologia tropical, será um consultor internacional em conservação para o Parque das Aves. No momento ele está em Foz do Iguaçu, conhecendo as equipes de trabalho do Parque, e fica na cidade até 13 de fevereiro.

O Dr. Niekisch foi diretor de conservação de espécies para o WWF (World Wide Fund for Nature) Alemanha e diretor científico da fundação OroVerde, uma ONG para a conservação das florestas tropicais, além de ser presidente da Sociedade de Ecologia Tropical (GTÖ, na sigla em alemão). Atualmente, ele é vice-presidente do Conselho Consultivo do Governo Federal Alemão para o Meio Ambiente (SRU, na sigla em alemão) e membro do Conselho Científico Alemão de Políticas Florestais. O Prof. Manfred também foi conselheiro regional da IUCN (International Union for Conservation of Nature) por 8 anos, período máximo de mandato.

“Estou muito feliz de poder contribuir com minha experiência no importante trabalho de conservação das aves e da Mata Atlântica que o Parque das Aves vem realizando”, comenta o Dr. Niekisch.

O Parque das Aves e a Mata Atlântica

Em 2017, o Parque das Aves se transformou em um Centro de Conservação Integrada de Aves da Mata Atlântica, um bioma em situação crítica, que já está com 91,5% de sua área original desflorestada. A decisão foi tomada por conta das mais de 900 espécies de aves que nela vivem, 120 em perigo de extinção e 26 criticamente em perigo, algumas com menos de 50 indivíduos no mundo. E para conseguir trabalhar da maneira mais eficiente possível com a conservação dessas espécies, o Parque está recrutando profissionais especializados em suas áreas de atuação, maximizando os impactos de suas ações de conservação.

“A crise na conservação das aves da Mata Atlântica requer todo nosso esforço, e o empenho dos melhores profissionais de conservação no mundo, e estamos trabalhando para dar às aves o melhor que os humanos têm a oferecer”, diz a diretora e CEO do Parque das Aves, Dra. Carmel Croukamp.

A conservação e o envolvimento das pessoas

O Prof. Dr. Manfred Niekisch nasceu em 1951, na Alemanha. Desde 1992, em projetos de cooperação entre o governo alemão e o brasileiro, tem trabalhado no Brasil com ONGs e agências do governo, incluindo o IBAMA, além de realizar trabalhos para o Banco Mundial. Até sua aposentadoria, em 2017, foi presidente do Comitê de Conservação da Associação Mundial de Zoológicos e Aquários e diretor do renomado Zoológico de Frankfurt. Ele também é autor de numerosas publicações sobre a conservação da biodiversidade e manejo de recursos naturais, além de ter sido o primeiro a assumir a posição de professor de conservação internacional em uma universidade alemã, tendo lecionado and realizado pesquisas por vinte anos.

O Prof. Niekisch foca seus esforços tanto em estratégias de conservação como em instrumentos para sua implementação. Além disso, fica atento para que a mensagem da conservação chegue às pessoas de maneira clara, pois elas também são importantes agentes da mudança. Segundo ele, é importante ser cientificamente sólido, mas não somente acadêmico, pois corre-se o risco de não ser entendido pelo público. Em entrevista à IUCN (veja entrevista completa aqui: https://www.iucn.org/content/professor-dr-manfred-niekisch), o Dr. Niekisch comenta que umas das principais dificuldades para a conservação é traduzir conceitos científicos, como sustentabilidade e desenvolvimento sustentável, em ideais que cheguem aos corações e às mentes das pessoas. “A maneira com a qual os conceitos têm sido trabalhados na comunicação deixa boa parte da comunidade de fora das conversas, pois não é acessível ou relevante em suas vidas”, finaliza.

Fonte: Assessoria

Deixe seu comentário

Mais de portaldacidade.com