Portal da Cidade Foz

Trabalhos Redobrados

Mais de 100 árvores caíram nas vias públicas de Foz do Iguaçu durante o temporal

São cerca de 50 profissionais atuando em diversos pontos da cidade para a remoção de galhos em vias públicas e residências.

Postado em 15/10/2021 às 18:14 |

(Foto: Divulgação/PMFI)

(Foto: Divulgação/PMFI)

Desde as primeiras ocorrências registradas por conta dos temporais que atingiram Foz do Iguaçu nesta semana, as equipes da Defesa Civil seguem trabalhando 24h para resolver os estragos causados por conta da queda de mais de 100 árvores em vias públicas e residências, devido às rajadas de vento que ultrapassaram os 60 km/h.

São aproximadamente 50 servidores atuando desde quarta-feira, 13, na remoção de galhos em vias movimentadas, como a Av. Juscelino Kubitscheck e a Rua Santos Dumont, para desafogar o trânsito e proteger as residências e comércios do entorno. 

O prefeito em exercício, delegado Francisco Sampaio, acompanhou nesta sexta-feira, 15, o trabalho das equipes pela cidade e frisou o papel importante que exercem. “Esses trabalhadores são imprescindíveis para nós, pois sem eles, a nossa cidade poderia sofrer muito mais com esses estragos causados pelas forças da natureza. O trabalho deles não para e a cada tempestade temos a certeza que de que podemos contar com esse bom trabalho”, destacou. 

O secretário de Segurança Pública, Reginaldo Silva, também conta que o esforço foi ampliado para que os moradores também voltassem a ter energia elétrica. Ao todo, mais de 3 mil unidades consumidoras foram afetadas. “Estamos sempre atentos à previsão, contudo, temporais repentinos nos obrigam a ampliar ainda mais nossa força de trabalho que se dedica para resolver um problema que poderia ser ainda mais grave, não fosse a competência e esforço de cada um deles”, elogia o secretário. As equipes da Guarda Municipal também reforçaram o policiamento nos locais que ficaram sem energia elétrica nos últimos dias. 

Poda e supressão de árvores

Para diminuir a problemática da queda de árvores em situações como essa, a Defesa Civil montou em agosto uma equipe exclusiva para situações emergenciais. Em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, os profissionais verificam as situações em que existe a necessidade de poda, manutenção ou supressão de árvore devido a risco.

Os demais serviços seguem um cronograma montado pela equipe responsável pelas podas. Além desse trabalho, é feito também um estudo para a reposição, com o objetivo de adequar a arborização humana. 

Previsão para os próximos dias

Em caso de novo temporal, a Defesa Civil alerta para que a população tenha em mãos os contatos do órgão para fazer o registro das ocorrências. Para a Defesa Civil, o número é 199. Já as que danificaram a rede elétrica são de responsabilidade da Copel, e os pedidos de reparos devem ser feitos através do telefone 0800 51 00 116.

Fonte:

Deixe seu comentário

Outras notícias