Portal da Cidade Foz

Construção na Cidade

Obras em Foz do Iguaçu ultrapassam os R$ 90 milhões, segundo prefeitura

Maioria das obras foi garantida através do Orçamento Participativo, com demandas apresentadas pelos moradores de Foz do Iguaçu.

Postado em 02/05/2021 às 14:10

(Foto: Divulgação )

As obras civis e de pavimentação - já concluídas, em curso ou em licitação - da própria Prefeitura de Foz do Iguaçu representam R$ 90 milhões em investimentos. Nesta semana, o prefeito Chico Brasileiro anunciou a pavimentação da Avenida Olímpio Rafagnin (valor estimado de R$ 9,9 milhões) e a licitação para compra de 20 toneladas de asfalto CBUQ (R$ 18 milhões - R$ 22 milhões depois de aplicados nas ruas e avenidas). Um levantamento da Secretaria de Obras aponta ainda 38 obras civis (construção de creches, escolas, reformas, etc) e quatro obras de infraestrutura e pavimentação.

Nesta lista não estão as obras de drenagem no Jardim São Luiz (R$ 8 milhões - valor estimado para sua conclusão já com asfalto) e nem o financiamento de R$ 60 milhões junto a Caixa Econômica Federal - crédito para execução de várias obras, entre elas a construção de um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) e uma escola na Gleba Guarani, uma unidade de saúde no Jardim Alvorada e um complexo esportivo na Vila C.

"Mesmo com o foco no combate ao coronavírus, a prefeitura não parou com as obras em todos os setores e bairros de Foz do Iguaçu. É o nosso compromisso. É claro que em função da pandemia houve contingenciamento de parte dos recursos, mas pretendemos entregar as obras à população o quanto antes", disse Chico Brasileiro.

 Empregos

A estimativa que as obras da prefeitura criaram ou vão criar mil empregos diretos e indiretos. "A construção civil é o meio mais rápido na criação de empregos. Além disso, temos a cadeia de fornecedores de insumos que vão desde o tijolo, cimento, ferro, material de acabamento e equipamentos. De cada emprego direto, outros três ou quatro são criados", disse o prefeito.

 Das 38 obras civis, a planilha de andamento aponta entre 10% e 100% de conclusão - a maioria está em 90% e a a entrega deve ocorrer no mês de julho. Na lista estão a reforma e construção de sete UVRs (unidades de valorização de recicláveis). Na ordem, para reforma as unidades do Jardim das Palmeiras, Profilurb, Campos do Iguaçu, Vila C e Porto Belo. E em construção, as UVRs da Usina de Asfalto e da Sadia.

Tem ainda a implantação de campos de futebol e áreas de lazer no Jardim Nacional, 1º de Maio, Avenida Andradina, Cidade Nova, Jardim Almada, Vila Borges, Dona Fátima, Jardim Eliza II, Vila São Sebastião e Vila C Velha. Em andamento ou concluída, a construção de cinco Cmeis: Rosa Cirilo de Castro, Jardim Buenos Aires, Celeste Sotto Maior, Jardim Almada e Jardim Jupira.

 Orçamento Participativo

Quatro escolas municipais estão sendo construídas ou reformadas: Três Bandeiras, Altair Ferrais Zizo da Silva, João Adão da Silva, Gabriela Mistral. Outras quatro unidades de saúde também estão nesta fase: João Samek (UPA), Vila Adriana, Três Lagoas e Morumbi III. A prefeitura está executando ainda a reforma do TTU (Terminal de Transporte Urbano), da Casa de Passagem Mão Amiga e a construção do centro de convivência Pedro Zanatta (Caic do Morumbi) e do Centro Municipal de Artesanato.

Na área de pavimentação estão as obras de execução de drenagem no Jardim das Palmeiras, a ciclovia na Avenida Andradina, galerias de águas pluviais, implantação de pavimento e recape asfáltico e poliédrico nas ruas Ernesto Gayer e Humberto Machado em Três Lagoas, e a pavimentação de asfalto em CBUQ.

"A maioria dessas obras está sendo feita através de pedidos dos próprios moradores dos bairros através do Orçamento Participativo, implementado pela prefeitura", reforça Chico Brasileiro.

Fonte:

Deixe seu comentário

Outras notícias

data-matched-content-ui-type="image_stacked" data-matched-content-rows-num="2" data-matched-content-columns-num="3">

Mais Lidas