Portal da Cidade Foz

Evento

Observatório Social realiza seminário para voluntários e mantenedores

Evento terá oficinas e elaboração colaborativa do planejamento estratégico da entidade de controle social.

Publicado em 03/08/2022 às 08:29

(Foto: Divulgação/Observatório Social)

O Observatório Social do Brasil – Foz do Iguaçu (OSB – FI) promove o I Seminário de Planejamento Estratégico, dirigido a voluntários e mantenedores, neste sábado, 6, a partir das 8h. A programação prevê apresentação da entidade, oficinas e definição de ações futuras. 

O objetivo é envolver na prática de planejar todas as pessoas que colaboram com as atividades de controle social em Foz do Iguaçu. Busca-se ampliar olhares e metodologias que possam contribuir com os resultados em torno do foco e finalidades da instituição. 

Serão realizadas quatro oficinas em ferramentas Canvas, ministradas pelos profissionais convidados Eduardo Moreira, Haralan Mucelin, Gilmar de Oliveira e Fabricio Rocha. O planejamento estratégico será baseado nas metodologias de investigação apreciativa e Balanced Score Card.

“O planejamento estratégico é essencial na compreensão da realidade e busca dos resultados”, explica o presidente do Observatório Social, Jaime Nascimento. “Quando esse trabalho é feito coletivamente, a muitas mãos, os frutos são ainda maiores”, avalia. 

Voluntários são a base orgânica do OSB – FI, pois contribuem com pautas, denúncias e execução do trabalho de controle social no município. Os mantenedores são representantes de empresas e instituições, assim como pessoas físicas que doam recursos para manter o Observatório Social. 

“Se a eficiência nos gastos e a qualidade dos serviços públicos são a razão de existir do Observatório Social, nossos voluntários e mantenedores são quem nos permite cumprir essa função social”, enfatiza Jaime Nascimento. “Queremos contar com todos em nosso seminário”, conclui.

Relevância social

O Observatório Social do Brasil – Foz do Iguaçu é uma organização da sociedade civil organizada, sem vínculo com órgãos de controle, administrativos ou governamentais. É apartidário e não aceita recursos municipais como forma de manter a independência das ações. 

Desde 2011 até abril deste ano, o pente-fino em licitações de compras do poder público municipal resultou em economia de R$ 78,3 milhões aos cofres da cidade. O resultado do trabalho do Observatório Social é divulgado periodicamente na imprensa e nos canais institucionais. 

O OSB – FI aposta na iniciativa voluntária de cidadãos que doam seu tempo e conhecimento, dedicando-se ao monitoramento e à busca da transparência da gestão. Não faz investigação nem fiscalização, sendo essa uma função dos vereadores e outras instâncias com previsão em lei. 

Seja voluntário

Toda pessoa interessada pode atuar como voluntária no Observatório Social em Foz do Iguaçu. O principal requisito exigido é não possuir filiação em partido político. Na entidade, o cidadão é inserido nas metodologias de controle social para dar a sua contribuição. 

Fonte:

Deixe seu comentário