Portal da Cidade Foz

economia

Empresas de Foz e Curitiba vencem o Prêmio Sebrae Empresas de Alta Performance

Premiação levou em conta os critérios de gestão, inovação, crescimento de mercado e resultados econômicos.

Postado em 10/10/2019 às 16:35 |

(Foto: Divulgação )

A Cativa Natureza, de Curitiba, e a Intelltech Soluções, de Foz do Iguaçu, foram as grandes vencedoras estaduais do Prêmio Sebrae Empresas de Alta Performance, destinada a reconhecer micro e pequenas empresas pelo crescimento e melhoria da gestão. O prêmio foi entregue durante cerimônia realizada no Summit Sebrae 2019, em Curitiba, nessa quarta-feira (9).

“Esse prêmio reconhece o trabalho de micro e pequenas empresas que se desenvolveram nos últimos anos, hoje apresentam potencial para atingir um novo patamar e logo serão médias ou grandes. Cinquenta e oito empresas se inscreveram e todas demonstraram crescimento significativo”, explica o diretor de Operações do Sebrae/PR, Júlio Cezar Agostini.

A premiação reuniu as cinco empresas que mais se destacaram, desde 2017 até a metade de 2019, com as maiores médias ponderadas em quatro critérios de classificação: inovação, gestão, crescimento de mercado e resultado econômico. No quesito faturamento, as 58 empresas alcançaram, juntas, o crescimento de 93%, com aumento de 31 pontos percentuais em relação à lucratividade média. As 58 inscritas participaram, no período, do Programa de Empresas de Alto Potencial, no Sebrae/PR.

Além da Cativa Natureza e da Intelltech Soluções, chegaram à final da etapa estadual geral a Feito Brasil, de Mandaguaçu; a Forseti Soluções, de Curitiba, e SWA Sistemas Acadêmicos, de Medianeira. As empresas inscritas no Prêmio tiveram 93% de crescimento médio nominal no faturamento; aumento da taxa de lucratividade em 31,1% - em média; atingiram 108,19 pontos conforme a metodologia do Modelo Excelência em Gestão (MEG) e 4,4 pontos (máximo era 5) – no radar de inovação.

A Cativa e a Intelltech obtiveram nota máxima em relação a crescimento de mercado. A empresa curitibana de cosméticos orgânicos conta hoje com uma loja virtual e cinco lojas e quiosques em Curitiba, Porto Alegre, Fortaleza e Itajaí, além de mais 600 pontos de venda em todo o País para a comercialização de 136 produtos. A fundadora da marca, Rose Bezecry, celebrou e creditou a premiação a uma gestão profissional e ao engajamento da equipe.

"O mérito veio da nossa vontade de expandir. Adotamos os processos administrativos e de gestão comercial que um negócio deve ter. A organização de todos os processos de gestão é um grande avanço para o crescimento de qualquer empresa. Também temos colaboradores que estão integrados e engajados, que vivem e respiram nossos desafios diários", explica.

Já o cofundador e diretor de gestão e finanças da Intelltech, empresa que oferece soluções de conectividade e inovação para barragens, Antônio Carlos Zandoná, acredita que o prêmio vem para consolidar a visão de futuro que a empresa tem desde a fundação. 

“Estamos construindo uma empresa para o mundo. Com isso, passamos por várias dificuldades, mas pudemos ver o crescimento, tanto nos recursos humanos como também no espaço físico e, principalmente, em relação à maturidade da gestão. Nossos principais clientes são multinacionais exigentes. Por isso, o prêmio vem para reconhecer o nosso trabalho, o comprometimento da equipe e o resultado que obtivemos a partir da nossa dedicação”, exclama.

Antes do anúncio das vencedoras no Summit, na terça-feira (8), foram divulgados os vencedores em cada uma das quatro categorias e também por regional do Sebrae. A vencedora do Paraná na categoria inovação foi a empresa Accion Sistemas, de Maringá; na categoria gestão ficaram empatadas a Accion, a Feito Brasil, a Junsoft Sistemas de Informática, de Toledo, e a SetaDigital, de Cascavel; no critério de crescimento de mercado o primeiro lugar ficou com a Intelltech; e a campeã em resultado econômico ficou com a Feito Brasil.

Metodologia

Ao todo, 58 empresas participantes do Programa do Alto Potencial concorreram ao prêmio. Nove consultores de todo o Estado fizeram a coleta de indicadores para as quatro categorias. Em relação a crescimento de mercado e resultado econômico, foram coletados os números referentes a, respectivamente, faturamento bruto e lucratividade. Já em relação a gestão, foram consideradas as notas do Modelo de Excelência em Gestão (MEG) da FNQ, que avaliam a gestão de uma empresa a partir de oito critérios. Por fim, a nota de inovação foi medida com base no Radar do ALI (Agentes Locais de Inovação), programa para o incentivo à inovação de micro e pequenas empresas, que realiza uma avaliação com base em 13 dimensões com notas de 0 a 5 pontos.

Com base nas notas dos quatro indicadores foi realizada uma média ponderada para a aplicação de uma nota geral. As cinco empresas do Estado com as maiores notas participaram da premiação que aconteceu no Summit Sebrae 2019. 

Fonte:

Deixe seu comentário