Portal da Cidade Foz

Empregos

Agência do Trabalhador e Lar promovem mutirão de contratações no Três Lagoas

São mais de 600 vagas ofertadas pela cooperativa, que deve repetir a iniciativa nas próximas semanas em outras regiões da cidade.

Postado em 17/09/2021 às 15:19

(Foto: Welyton Manoel/PMFI)

(Foto: Welyton Manoel/PMFI)

(Foto: Welyton Manoel/PMFI)

A Agência do Trabalhador de Foz do Iguaçu e a Lar Cooperativa Agroindustrial organizaram nesta sexta-feira, 17, um mutirão de contratações com os moradores do bairro Três Lagoas. A empresa tem cerca de 600 vagas disponíveis e que devem ser preenchidas até outubro. 

Para atender aos interessados de forma ágil, a equipe de Recursos Humanos da empresa montou a estrutura de atendimento no pavilhão da Paróquia São Pedro para verificar documentos, realizar a entrevista e encaminhar os aprovados para o exame médico. 

O diretor da Agência do Trabalhador de Foz do Iguaçu, Luciano Castilha, conta que as vagas foram pleiteadas junto à empresa pela Prefeitura e Câmara de Vereadores com a intenção de trazer mais oportunidades à população.

A região de Três Lagoas foi escolhida para o primeiro mutirão por conta da logística de transporte da empresa, com sede no município de Matelândia, a cerca de 70 km do bairro. 

“Essa iniciativa foi bem recebida pelos dois lados, pois eles possuem vagas e nós temos interessados. A parceria trm grandes chances de sucesso, pois é uma empresa séria, que dá aos trabalhadores uma oportunidade de crescer, fazer cursos e alçar melhores posições”, contou Castilha. 

Oportunidade de reconstrução

A primeira entrevista foi animadora para Cleonice Medeiros, de 43 anos, pois o novo emprego pode representar uma mudança de vida para ela. Sem possuir emprego fixo há mais de dez anos, no início de 2020 perdeu a casa em um incêndio. Desde então, tenta reconstruir os bens. 

“Foi um ano muito difícil para toda a minha família, com o incêndio, pandemia e outros problemas. Passamos por muito aperto, mas agora com os meus filhos estudando em tempo integral, posso conseguir trabalhar e me dedicar para ter as minhas coisas de volta”, contou. 

Alisson Ruis, 18, também foi um dos candidatos em busca de uma vaga. O trabalho na cooperativa pode ser a primeira experiência com carteira assinada e o passo inicial em projetos de futuro. “Já trabalhei em alguns lugares, mas só como bico, então estou torcendo para que dê tudo certo aqui e eu consiga essa renda fixa. Moro com a minha mãe e a minha intenção é ajudar ela nas contas de casa, além de conseguir pagar alguns cursos de especialização para o meu futuro”, disse. 

Vagas sempre abertas

De acordo com a coordenadora de RH da área de frigorífico da Lar, Michele Luciane, a expansão da empresa leva à abertura constante de novas vagas, que não exigem experiência dos candidatos. 

“Precisamos apenas de pessoas dispostas a nos ajudar. O perfil básico que pedimos é o de gente comprometida, pois ali dentro existe uma gama de funções, desde a linha de produção aos candidatos sem experiência, como em vagas para outros setores para quem já possui cursos”, relatou Michele. 

Outros mutirões podem ser feitos na cidade caso haja uma ampla procura pelas vagas, de acordo com a Agência do Trabalhador. O próximo deve ser realizado para os moradores dos novos residenciais entregues pela Prefeitura, nos condomínios Boicy I e II e Angatuba I e II.

Castilha também afirma que estão em finalização, junto ao Governo do Estado, os trâmites para trazer a Foz o ônibus “Emprega Mais Paraná”, uma agência do trabalhador itinerante que levará mais vagas de emprego aos bairros da cidade, facilitando a contratação de profissionais. 

“Temos vagas abertas todos os dias, inclusive para a Lar. Quem não conseguiu vir neste evento pode nos procurar que daremos o encaminhamento. A nossa intenção é contribuir com a geração de empregos em Foz e estamos em busca de mais parcerias para isso”, completou.

Fonte:

Deixe seu comentário

Outras notícias

Mais Lidas