Portal da Cidade Foz

economia

Foz do Iguaçu é a quarta cidade em geração de empregos no Paraná

Em novembro, com saldo positivo de 548 empregos formais, a cidade está na frente de Cascavel, Londrina e Ponta Grossa.

Postado em 22/12/2018 às 11:11 |

(Foto: Christian Rizzi)

Foz do Iguaçu termina mais um mês com saldo positivo na geração de empregos formais em 2018. A cidade é a quarta na abertura de vagas com carteira assinada no Paraná. É o que aponta os dados da pesquisa mensal do Caged - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho.

Em novembro, foram contratadas 2.578 pessoas e ocorreram 2.030 desligamentos, resultando num saldo positivo de 548 empregos. Com esse desempenho, a cidade foi a que mais contratou na região Oeste e Sudoeste. 

A capital Curitiba  lidera na geração de emprego em novembro com saldo positivo de 2.287, em seguida aparece Maringá (589) e Ponta Grossa (566).

“Podemos afirmar, pelos dados do Caged, que a economia iguaçuense está em franco crescimento, o que demonstra a retomada da confiança dos empresários e novos investidores na cidade”, avalia o prefeito Chico Brasileiro. 


“A expectativa é que haja um boom na construção civil com as obras municipais e dos governos estadual e federal no próximo ano, além da instalação de novas empresas no Distrito Industrial”, acrescentou Brasileiro. 

Acumulado

Já no acumulado dos últimos 12 meses, Foz do Iguaçu teve um saldo positivo de 2.624 empregos com carteira assinada. No período, foram contratadas 28.281 mil pessoas e ocorreram 25.657 desligamentos. 

O município superou outras grandes cidades como Cascavel, Londrina e Ponta Grossa. Curitiba se mantém na primeira posição com 13.758 postos de trabalho gerados no acumulado dos doze meses, São José dos Pinhais, pólo industrial do Paraná, vem logo atrás com 3.410 e na terceira posição Maringá com saldo positivo 2.878 vagas. 

“Fechar o ano na frente de cidades maiores, como Londrina, Ponta Grossa e Cascavel, é uma demonstração do potencial de crescimento da economia de Foz do Iguaçu. Indica que a nossa agenda de desenvolvimento pode gerar resultados ainda melhores nos próximos anos. Estamos confiantes!”, afirma o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla. 

Turismo 

Em novembro, de acordo com o Caged, o setor de serviços, liderado pelo turismo, foi responsável por 59% do saldo positivo de contratações, com 325 postos de trabalho. Os setores do comércio, com saldo positivo de 161 vagas, da indústria, com 40 e da construção civil com 16 vêm a seguir.

No acumulado de 12 meses, o setor de serviços admitiu 15.245 trabalhadores e desligou 13.444 profissionais, gerando um saldo positivo de 1.801 vagas. 

“O Caged mostra uma evolução positiva do setor de serviços, impulsionado pelo turismo, que responde por 70% dos empregos gerados no acumulado em 12 meses”, avalia Piolla.

Fonte:

Deixe seu comentário