Portal da Cidade Foz

Avaliações

Três estados com ideias para reativar a economia apresentam propostas ao PTI

Empresários vão apresentar suas propostas para uma banca de investidores e especialistas nos dias 18 e 19 de agosto; cinco propostas serão selecionadas.

Postado em 14/08/2020 às 07:19

(Foto: Kiko Sierich/PTI)

O Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR) recebeu 25 projetos de empresas dos estados do Paraná, Minas Gerais e Rio de Janeiro com soluções que têm como objetivo auxiliar a retomada do crescimento econômico devido aos efeitos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Destas, 15 foram selecionadas e vão passar por uma banca avaliadora composta por especialistas, nos dias 18 e 19 de agosto. As cinco melhores avaliadas poderão receber até R$ 100 mil para colocar suas propostas em prática. 

Entre os projetos selecionados na primeira etapa do edital de Inovação Corporativa estão plataformas e aplicativos com tecnologias como a de realidade aumentada para impulsionar os atrativos turísticos e auxiliar a rede hoteleira, ferramentas para treinamento e qualificação virtuais e soluções de desinfecção. Os empreendedores terão 20 minutos para convencer investidores e especialistas a apostarem em suas ideias, durante o Demoday. 

A avaliação dos projetos seguirá alguns critérios predeterminados, como grau de inovação da proposta, escalabilidade do negócio, viabilidade da solução, potencial de geração de impacto social e maturidade da solução. As cinco empresas selecionadas receberão mentorias e acompanhamento da equipe da Incubadora do PTI para inserção de suas soluções no mercado; inicialmente, de Foz do Iguaçu, com perspectiva de replicação e ganhos de outros mercados a nível nacional e internacional, até dezembro de 2021. 

As apresentações das empresas à banca avaliadora serão realizadas de forma virtual, em plataforma do PTI-BR, em três turnos: no dia 18 de agosto (terça-feira) às 14h e 17h, e no dia 19 de agosto (quarta-feira), às 17h. O evento não será aberto ao público devido à confidencialidade das informações dos projetos, mas investidores interessados em conhecer as soluções das empresas podem solicitar participação pelo e-mail negocios@pti.org.br. 

"O grande diferencial do nosso Parque Tecnológico é possuir uma rede de investidores e estar sempre em busca de interessados em apostar nos projetos e ideias dos empreendedores, a fim de potencializar as oportunidades de negócios das startups. Desta forma, contribuímos para a consolidação do nosso ecossistema de inovação e, consequentemente, geramos mais empregos e renda para toda a região", afirma o diretor superintendente do PTI, general Eduardo Garrido. 

Acelera Foz

O edital Inovação Corporativa integra as ações do Programa Acelera Foz, lançado em maio de 2020 com o objetivo de potencializar ações integradas entre diversas instituições de Foz do Iguaçu e atrair investimentos, visando tornar a cidade reconhecida como polo de inovação e empreendedorismo. 

Além dos projetos voltados para as "Medidas de combate aos efeitos econômicos da Covid-19" (a lista dos projetos selecionados pode ser conferida pelo link: http://bit.ly/demodaypti), o edital também contemplou demandas de empresas de médio e grande porte do Paraná, que receberam propostas de soluções de startups e micro e pequenas empresas. 

Também pelo Parque Tecnológico, outras três iniciativas foram destinadas a impulsionar o empreendedorismo e apoiar as empresas, com a intenção de aumentar a competividade e gerar mais emprego e renda para a região. Até o dia 23 de agosto, quem tem uma ideia engavetada para a criação de um novo produto ou serviço, ou para a melhoria de produtos e serviços já existentes, pode receber o apoio do Parque - com acesso a toda sua infraestrutura e apoio dos profissionais - e até R$ 32 mil para tirar a ideia do papel. Serão selecionadas 60 propostas que entrarão para a incubação no PTI por 12 meses. 

Outra ação é o Desafio Inova Oeste, que vai destinar até R$ 58 mil para 20 micro e pequenas empresas e startups para o desenvolvimento de soluções tecnológicas. Já o Programa de Integração Universidade - Empresa une empresários e universitários, por meio da concessão de bolsas de R$ 800, a fim de proporcionar o desenvolvimento de soluções para pequenas empresas e diminuir a evasão de universitários na cidade. 

Mais informações sobre as iniciativas podem ser obtidas pelo site: www.pti.org.br/acelerafoz.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas