Portal da Cidade Foz

Educação

Colégio da PM em Foz do Iguaçu passará por processo gradual de transição

A nova proposta será implantada no Colégio Bartolomeu Mitre e precisará passar por adaptações.

Postado em 06/12/2018 às 00:17 |

(Foto: Divulgação/AEN)

A governadora Cida Borghetti determinou nesta quarta-feira (04) um cronograma de transição para a implantação do colégio da Polícia Militar em Foz do Iguaçu. A nova escola segue o planejamento estratégico de interiorização dos colégios militares, e deverá migrar de forma gradual para o novo conceito de ensino a partir de 2019.

A nova proposta pedagógica será implantada no Colégio Bartolomeu Mitre, o mais antigo de Foz do Iguaçu (1927). A diferença de transição em relação às demais instituições que a PM está criando se deve a necessidade de adequação de atendimento de alunos surdos e mudos, além do cumprimento de processos e prazos administrativos.

“Temos a proposta de buscar excelência na educação e o bem estar de todos os envolvidos. Neste caso, especificamente, alguns processos pontuais da instituição foram debatidos com o núcleo de educação, professores e pais para que não exista nenhum prejuízo”, explica a governadora.

Cida reuniu-se com a equipe que está atuando no processo para encaminhar uma solução para a instalação do colégio. “O novo colégio é um desejo de toda a comunidade e vai se tornar realidade. Além do ensino de excelência vai proporcionar uma formação social para o aluno”, destacou a governadora.

No próximo ano letivo, a direção da escola já será compartilhada, com a participação da Polícia Militar. A previsão é lançar em maio de 2019 o edital para o processo seletivo de 2020. Em, paralelo, alunos já matriculados passarão a conhecer gradualmente o sistema de ensino da PM e poderão optar por continuar ou não na unidade.

Qualidade - A comandante-geral da Polícia Militar, coronel Audilene da Rocha, garante que o novo sistema vai dar oportunidade aos alunos para uma educação de qualidade, com os valores instituídos pela corporação no Paraná. “Vamos fazer uma transição tranquila, sem processos atropelados e que também não prejudique professores e alunos. Nosso objetivo é levar benefícios para a comunidade”, afirmou.

Para a Chefe do Núcleo Regional de Educação de Foz do Iguaçu, Ivone Aparecida Perez Müller, o colégio tem excelente reputação e diariamente a comunidade busca informações para o procedimento de ingresso na nova instituição. “O Colégio da Polícia Militar vai ser uma mola propulsora e passa a ser um exemplo, dentro de Foz do Iguaçu, a ser seguido por todos os outros”, afirmou.

O interior do Estado conta com um Colégio Militar em Londrina e, para o próximo ano, também haverá unidades em Maringá e Cornélio Procópio.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas