Portal da Cidade Foz

Retorno

Novas turmas retomam a aula presencial nas escolas municipais de Foz do Iguaçu

Na próxima segunda-feira (12), alunos dos 3º e 4º anos do ensino fundamental voltam para as salas de aula; modelo híbrido continua sendo adotado.

Postado em 09/07/2021 às 00:42

(Foto: Christian Rizzi/PMFI)

Conforme o cronograma estabelecido pela Secretaria Municipal de Educação em acordo com o Comitê de Enfrentamento à Covid-19, na próxima segunda-feira (12) retomam as aulas no modelo híbrido os alunos de 3º e 4º anos, salas de recursos e classes especiais das 50 escolas municipais de Foz do Iguaçu.

O retorno presencial dos alunos começou de forma gradativa no dia 28 de junho para turmas de 1º e 2º anos das 50 escolas e turmas do Infantil 5 nos 37 CMEIs (Centro Municipal de Educação Infantil). Para as cinco escolas que já tinham retomado o atendimento em maio, o retorno foi para turmas de 1º, 2º e 5º anos. Nesta segunda-feira, dia 05 de julho, aconteceu o retorno dos 5º anos em todas as escolas e das turmas de infantil 4 nos CMEIS. 

De acordo com a secretária de educação, Maria Justina da Silva, o cronograma foi mantido devido ao avanço da vacinação da Covid-19 e a queda no número de casos e óbitos no município. Além disso, de acordo com a Vigilância Epidemiológica, apenas um caso positivo de Covid foi registrado desde o retorno das aulas presenciais, em 28 de junho. 

“Tivemos um caso positivo em um funcionário que não chegou a ter contato com os alunos e permaneceu em isolamento. Nenhuma criança testou positivo e a nossa avaliação é muito boa. Todos os alunos estão conscientes e seguem as medidas de prevenção, com o uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento”, comentou Justina. 

O gerente da Vigilância Epidemiológica, Roberto Doldan, afirma que o retorno das aulas presenciais não apresentou impacto no cenário epidemiológico do município. “Nós acompanhamos o retorno de todas as escolas, primeiramente as cinco do projeto-piloto e agora as demais. Nossa avaliação é que não teve impacto na situação epidemiológica. Não tivemos surtos, apenas um caso isolado, o que é normal de acontecer em uma pandemia. Temos uma planilha compartilhada entre a Secretaria de Saúde e a Educação (rede pública e privada) para monitorar casos confirmados, ate para evitar surtos nas escolas”, explicou.

As unidades de ensino funcionam somente com 50% da capacidade das turmas, por isso o modelo híbrido continua sendo adotado. Neste momento, as famílias também podem optar pela permanência do ensino remoto, com a entrega de atividades quinzenais para as crianças.

Na próxima semana, o Comitê de Enfrentamento à Covid irá debater o retorno das turmas de maternal 1 e 2 dos CMEIs e a ampliação dos atendimentos no contraturno escolar das Escolas.

Fonte:

Deixe seu comentário

Outras notícias

Mais Lidas