Portal da Cidade Foz

conquista

Primeiro estudante moçambicano de bolsas da UniAmérica se forma em Biomedicina

Ao todo, o programa de intercâmbio da UniAmérica conta com 13 estudantes bolsistas de Moçambique.

Postado em 16/07/2019 às 11:15 |

(Foto: Divulgação )

O estudante de Biomedicina Arcenio Tsambe viajou de longe para realizar o sonho da graduação. Sendo o primeiro moçambicano a desembarcar no Brasil em agosto de 2015 no Programa Intercâmbio Sem Fronteiras, Arcenio forma-se nesta quinta-feira (18) como biomédico pela UniAmérica Centro Universitário. Ao todo, o programa de intercâmbio da UniAmérica conta com 13 estudantes bolsistas de Moçambique.

Arcenio também mobilizou a comunidade após sofrer um grave acidente, em setembro de 2018, na área central de Foz do Iguaçu. O estudante transitava pela via de bicicleta, por volta das 8h30, quando foi atingido por um carro entre as ruas Edmundo de Barros e Mato Grosso, próximo a Guarda Mirim.

Na ocasião, familiares e amigos se solidarizaram com o mesmo e mobilizaram esforços para trazer a mãe do jovem estudante para o Brasil. Ela passou alguns dias com o filho ajudando-o na recuperação.

Após meses de tratamento, o moçambicano retornou os estudos normalmente conseguindo assim, realizar mais um sonho para ele e a família.

Programa Intercâmbio Sem Fronteiras

A iniciativa contempla o propósito da UniAmérica em expandir um ensino de qualidade, focado no aprendizado real dos estudantes, promovendo soluções que contribuam para o desenvolvimento da comunidade por meio da produção científica e tecnológica, na disseminação do conhecimento nas diferentes áreas, respeitando os valores éticos, morais e o meio ambiente.

A previsão para os próximos anos é expandir o Programa Intercâmbio Sem Fronteiras para Angola e Cabo-Verde. Esse projeto é coordenado pelo Centro de Altos Estudos Afro-Brasileiros (CEAB), unidade encarregada de promover parcerias com o continente africano, com a colaboração das associações moçambicanas NADECO e CADE que assinaram um acordo de parceria com a UniAmérica em 2018.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas