Portal da Cidade Foz

Educação

Sindicato estima mais de 90% de adesão de escolas e CMEIs à greve geral

Unidades escolares estarão fechadas nesta sexta-feira (14) em função da Greve Geral que ocorrerá em todo o país.

Postado em 13/06/2019 às 20:18 |

(Foto: Divulgação )

Levantamento prévio feito pelo Sindicato dos Professores e Profissionais da Educação Municipal de Foz do Iguaçu (SINPREFI) aponta que a adesão de escolas municipais e CMEI´s à Greve Geral desta sexta-feira deverá passar de 90%. “Temos representantes em todas as unidades escolares que debatem com os profissionais da educação os motivos que levaram ao protesto. O descontentamento com as medidas do governo federal é grande,” afirma a presidente do SINPREFI, Marli M. de Queiroz. Pela convocação, em Foz, a concentração do movimento será a partir das 7h, em frente ao Bosque Guarani, com previsão de saída da caminhada a partir das 10h. O trajeto de ida será pela Avenida Brasil e o de volta será pela Avenida JK.

A diretoria do sindicato recomenda que os pais procurem a direção da unidade escolar para se informar sobre o funcionamento. A adesão da categoria foi decidida em Assembleia Geral convocada pelo SINPREFI no 20 de maio, na Escola Municipal Elenice Milhorança. A mobilização dos profissionais da Educação começou em função da proposta de reforma da Previdência e ganhou força com o anúncio dos cortes que afetam a Educação, especialmente os recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

Segundo o presidente do Conselho de Acompanhamento e Controle Social do Fundeb local, Sílvio Benitez, o município tem recebido em torno de R$ 8,5 milhões do fundo, por mês, e quase a metade dessa verba será vetada. O dinheiro garante praticamente a metade do orçamento da secretaria municipal de Educação. “O valor é usado, principalmente, para o pagamento dos salários dos professores. Reduzir esse repasse afetará em cheio a valorização profissional que tanto buscamos,” avalia.

Fonte:

Deixe seu comentário