Portal da Cidade Foz

Foz vence o Atlético-PR e deixa zona de rebaixamento

Azulão venceu o Furacão e assumiu a 10ª posição do Campeonato Paranaense.

Postado em 05/03/2017 às 02:41 |

O Foz do Iguaçu Futebol Clube venceu a primeira partida neste sábado (4) e deixou a zona de rebaixamento. Jogando no Estádio do ABC contra o Atlético Paranaense, o Azulão marcou 1 a 0 e assumiu a 10ª posição da tabela, com quatro pontos. Já o Furacão estacionou nos seis pontos, na oitava colocação.

O time da fronteia abriu a contagem aos 13 minutos da primeira etapa, com Yannick, que cobrou penalidade cometida pelo goleiro Santos.

Na próxima rodada, o Foz do Iguaçu vai ao norte do Estado, sábado (11), quando enfrenta o Cianorte, no estádio Albino Turbay. Já o Atlético terá pela frente o Londrina, no mesmo dia, na Arena da Baixada.

O jogo – A partida começou truncada no meio-campo, com o Rubro-Negro tentando manter a posse de bola. Aos cinco minutos, Matheus Anjos cobrou falta e carimbou a barreira. Mas, aos 11 minutos, Santos se atrapalhou e derrubou Juninho na área. O árbitro marco a penalidade, cobrada com perfeição por Yannick, que abriu a contagem.

O Furacão tinha muita dificuldade em criar situações de gol e mal passava da intermediária. Aos 22 minutos, Carcardo fez o lançamento para Renan Paulino que dominou, mas parou na defesa adversária. Aos 24 minutos, Bruno Flores recebeu, abriu espaço, e chutou cruzado, pela linha de fundo, com desvio no meio do caminho na zaga atleticana.

O Azulão estava melhor em campo e administrava bem o resultado, esperando por espaços para atacar. Aos 28 minutos, Hereda pegou sobra de bola e arrematou torto, para fora. O mesmo fez Alex Santos, aos 32 minutos, isolando. Um dos mais conscientes em campo pelo lado do Atlético, Cascardo, aos 32 minutos, acionou Cryzan, que tentou a bicicleta, por cima da meta. Na resposta, aos 40 minutos, Yannick chutou forte, com perigo.

Para o segundo tempo, os dois times retornaram sem alterações. Porém, logo nos primeiros minutos, Yannick, lesionado, deixou o jogo para a entrada de João Guilherme. O Furacão tocava mais a bola, mantendo a posse de bola, de olho em um espaço na defesa do Foz, que estava muito fechada, segurando o resultado.

Sem penetração na defesa do Azulão, sobravam os chutes como o de Crysan, aos 12 minutos, para defesa de Juninho, em dois tempos. O Rubro-Negro se complicou aos 20 minutos, com Luiz Otávio sendo expulso após dois cartões por reclamação. Se já estava difícil criar, com um homem a menos o Atlético mal passava da intermediária adversária.

O Rubro-Negro seguia com a bola no pé, mas sem ação. O Azulão, deixando o tempo passar em busca da primeira vitória. Aos 36 minutos, João Pedro cobrou falta no ângulo, mas a bola subiu demais. Os jogadores do Foz caiam muito para ganharem tempo, irritando os atleticanos, que não conseguiram reagir.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas