Portal da Cidade Foz

policial

Acusado de tentar matar agente penitenciário é condenado a 14 anos de prisão

Crime foi registrado em outubro de 2017 em Foz do Iguaçu; caso foi a júri popular nesta quinta-feira (5).

Postado em 06/09/2019 às 10:00 |

(Foto: Reprodução / RPC)

Jeferson Augusto Keller, preso acusado por tentar matar um agente da Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu 2 (PEF2), foi condenado a 14 anos de prisão nesta quinta-feira (5).

O caso foi analisado por júri popular, que condenou o réu pelo crime de tentativa de homicídio qualificado. O julgamento começou por volta das 10h, no Fórum de Foz do Iguaçu, e terminou por volta das 19h.

Jeferson já estava preso na época do crime quando, segundo a denúncia do Ministério Público do Paraná (MP-PR), pediu ajuda na cela, alegando que estava passando mal.

A vítima, agente penitenciário, foi até a cela para prestar atendimento ao detento e acabou ferido por uma arma improvisada.

Segundo a acusação, a intenção do preso era fazer o agente refém e negociar transferência para outra unidade prisional. Jeferson já cumpre pena por outros três crimes.

"A sociedade reconheceu a gravidade do crime praticado pelo acusado, o condenou com três qualificadoras e uma pena exemplar", disse o promotor Luis Marcelo Mafra.

A advogada de Jeferson, Adriane Luciano, disse que pretende recorrer da sentença. "O primeiro objetivo é de anular esse júri e o segundo objetivo é de diminuir ao grau máximo essa penalidade", afirmou.

Fonte:

Deixe seu comentário