Portal da Cidade Foz

Fiscalização

PF enfrenta resistência armada, mas apreende cigarros, veículos e eletrônicos

Ações simultâneas no Lago de Itaipu e Rio Paraná resultou nas apreensões na quarta-feira (08).

Postado em 09/08/2018 às 16:08 | Atualizado hoje às 16:47

(Foto: Divulgação/Polícia Federal)

(Foto: Divulgação/Polícia Federal)

(Foto: Divulgação/Polícia Federal)

Na noite de quarta-feira (08), em ações simultâneas desenvolvidas por policiais federais no Lago de Itaipu e Rio Paraná, foram apreendidos uma grande carga de cigarros, um caminhão e um automóvel carregado com produtos eletrônicos.

O veículo com eletrônicos trazidos do Paraguai por embarcações ilegais foi carregado na rampa da Favela do monsenhor Guilherme, em Foz do Iguaçu. Quando iniciava seu deslocamento rumo ao centro da cidade, o motorista notou a aproximação policial e, para escapar, sacou uma arma de fogo e disparou contra a equipe que revidou. Seguiu-se uma breve perseguição pelas ruas próximas e a abordagem só foi possível ser efetuada na esquina da Rua Pedro II com a Rua Rio Branco, nas proximidades do hotel de trânsito da Marinha. O infrator acabou escapando porque ali estava um veículo branco que o recolheu e empreendeu fuga, não tendo sido possível a continuação do acompanhamento.

Outra ação ocorreu em Santa Helena, no distrito de Sub Sede. Ali, foram apreendidos um caminhão carregado com 920 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai e uma caminhonete que dava apoio aos infratores e era utilizado como “batedor”. A carga seria transportada pelo caminhão até uma propriedade rural denominada Aparecidinha, conforme os policiais apuraram posteriormente.

Como a aproximação da equipe policial foi percebida, os ocupantes dos veículos usaram a escuridão da noite para escapar. 

A Polícia Federal ressalta o bom emprego do caminhão recentemente doado pelo Exército Brasileiro que teve acesso a locais de extrema dificuldade, facilitando o trabalho de resgate e transporte da carga de cigarros apreendida.

Os veículos e as cargas ilícitos foram encaminhados para as providências legais.

Fonte: Assessoria

Deixe seu comentário