Portal da Cidade Foz

fronteira

Preso no Paraguai, traficante Capilé deixa delegacia da PF em Foz do Iguaçu

O traficante Carlos Eduardo Cardoso, conhecido como Capilé, foi preso no sábado (15), em Assunção.

Postado em 16/12/2018 às 23:35 |

(Foto: Senad-PY/Divulgação)

Chefe da organização criminosa "Terceiro Comando Puro" e considerado de alta periculosidade, o traficante Carlos Eduardo Cardoso, conhecido como Capilé, deixou Foz do Iguaçu na tarde deste domingo (16). Preso numa operação em Assunção, no Paraguai, o criminoso segue para o Rio de Janeiro, informou a Polícia Federal (PF).

A prisão do traficante aconteceu na manhã deste sábado e ainda de noite ele foi expulso para o Brasil, sendo entregue às autoridades na aduana da Ponte da Amizade, em Foz, e levado para a delegacia da PF na cidade. 

Na casa em que o bandido estava foram encontrados 118 mil dólares em dinheiro, jóias e uma coleção de relógios. Ele vivia num sobrado de classe média alta no bairro Los Laureles e no momento da prisão estava com a esposa, dois filhos menores, o sogro e um amigo, que é suspeito de ser um de seus seguranças e pistoleiro contratado. Todos foram expulsos do Paraguai.

Apontado como um dos chefes do tráfico de drogas na favela de Acari, na zona norte do Rio de Janeiro, Capilé vivia há pelo menos três anos no Paraguai, para onde se mudou com o intuito de acompanhar de perto os contratos que fechava para que toneladas de drogas e armas chegassem à favela. No Brasil, ele era procurado há pelo menos 10 anos e possui mandados de prisão por crimes como tráfico de drogas e homicídio.

Fonte:

Deixe seu comentário