Portal da Cidade Foz

Escondida na Farinha

Receita Federal apreende 450 quilos de cocaína e armas escondidas em caminhão

O motorista foi preso em flagrante em Céu Azul e encaminhado à Polícia Federal para as providências cabíveis.

Postado em 23/10/2020 às 19:44

(Foto: Divulgação )

Nesta sexta-feira (23), no âmbito da Operação Escudo, a Receita Federal de Foz do Iguaçu apreendeu uma carreta carregada com substância análoga à cocaína em Céu Azul. 

A ação ocorreu no período da manhã, por volta das 9h, quando as equipes abordaram o veículo suspeito na BR-277. Todas as sacas da carga de farinha de trigo estavam bem embaladas e sem sinais de adulteração. Para fins de fiscalização, os servidores selecionaram amostras dos produtos para análise. Ao verificarem as sacas alocadas no fundo da carga, constataram a presença de substâncias análogas à cocaína embaladas em forma de tabletes, o que facilita o transporte.

Após o flagrante, o motorista confessou que em meio à carga também há armas. Quando questionado sobre a logística do transporte, o mesmo declarou que deixou o caminhão com a chave num posto de combustível para que criminosos carregassem o veículo com as drogas. Posteriormente, ele levaria a carga para o interior de São Paulo. 

O motorista foi preso em flagrante e foi encaminhado à Polícia Federal para as providências cabíveis. 

No balanço da Receita Federal foram apreendidas 8 pistolas, sendo uma glock 45, 3 pisltolas 9mm, marca Asteca de fabricação Mexicana e 4 pistolas 9mm, marsa Bersa de fabricação Argentina. Dezenove carregadores, 3 desses com carregadores alongado para 30 disparos.

Aproximadamente 450 kg de cocaína, avaliados a preço de paraguai (U$ 1.300.000,00) ou cerca de 7 milhões de Reais.

A Receita Federal disponibiliza um telefone de contato para denúncias, de forma anônima, por meio do número (45) 9 9152-2036 e (45) 9 9134-0100.

Essa iniciativa está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalizações atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas