Portal da Cidade Foz

segurança

Simpósio da Polícia Militar do Paraná debate atuação na fronteira

Objetivo é debater a atuação das forças de segurança na faixa de fronteira e as estratégias para combater o crime organizado.

Postado em 25/07/2019 às 17:21 |

(Foto: Divulgação / AEN)

Oficiais e praças de diversas unidades da Polícia Militar do Paraná, principalmente das especializadas, participam nesta quinta e sexta-feira (25 e 26), em Foz do Iguaçu, do 1º Simpósio de Operações Policiais Militares de Fronteira. O objetivo é debater a atuação das forças de segurança na faixa de fronteira e as estratégias para combater o crime organizado. Haverá palestras com integrantes do Poder Judiciário e da PMPR para explicar as atividades já desempenhadas na região.

Na abertura do evento, o secretário de Segurança Pública, Rômulo Marinho Soares, destacou que a integração entre as polícias e órgãos federais. “Isso tem feito a diferença e contribuído para a redução dos crimes na faixa de fronteira”, disse ele. "Temos um planejamento estratégico para os próximos quatro anos e estamos atuando de forma integrada, com todos os órgãos federais. Contamos com uma parceria com o Exército Brasileiro, que disponibilizará mais efetivo para a fronteira. A Polícia Federal compartilhará bancos de dados e módulos, para que possamos cumprir a missão aqui na fronteira",explicou.

O comandante-geral da PM, coronel Péricles de Matos, destacou que o encontro serve para aprimorar técnicas, procedimentos e doutrinas para padronizar ações de fronteira. "Reunimos os integrantes da PM que atuam nas áreas de planejamento e inteligência para rever conceitos e desenvolver ações que sejam mais eficazes contra o narcotráfico", explicou.

A palestra inicial do evento foi com o promotor de justiça de Mato Grosso do Sul, Élcio Félix D'Angelo, que tem experiência na área processual penal e já foi integrante do Exército Brasileiro. Ele fez uma contextualização sobre a criminalidade em geral, depois detalhando as ações policiais que focam em combater crimes de fronteira e desmantelar organizações criminosas.

Unidades

Atualmente, a Polícia Militar do Paraná possui sete unidades de área que atuam na faixa fronteiriça externa com o Paraguai e a Argentina, e interna (MS). Elas contam com o apoio de unidades especializadas como o Batalhão Ambiental, o Batalhão Rodoviário e o Batalhão de Fronteira, que constantemente deflagram operações em regiões de mata, estradas, portos clandestinos e vias de acesso do Lago Itaipu e do Rio Paraná para inibir os crimes. 

Números 

O trabalho integrado das forças de segurança pública do Paraná na região fronteiriça tem apresentado bons resultados. Os índices de homicídios reduziram em 34% em Foz do Iguaçu quando comparados os seis primeiros meses deste ano e do ano anterior (foi de 47 em 2018 para 31 em 2019).

A tendência de queda também pode ser percebida nos furtos (-9,5%) e roubos (-20%) gerais. No primeiro semestre de 2018, ocorreram 2.315 furtos na cidade, já este ano foram 2.095. No caso dos roubos, foram 1.003 casos entre janeiro e junho de 2018, contra 805 no mesmo período deste ano.

Faixa de fronteira 

Na faixa de fronteira, que engloba 139 municípios da costa Oeste do Estado, os números que medem a criminalidade também apresentaram queda. Os homicídios, furtos e roubos na região reduziram em 15% no comparativo entre os seis primeiros meses deste ano e do ano passado.  

No caso das mortes violentas, neste período, foram 227 casos em 2018 e 193 em 2019. Também foram registados 17.718 ocorrências de furtos no ano passado, contra 15.135 este ano, e 2.904 roubos em 2018 e 2.462 em 2019.

Simpósio 

Participam do encontro integrantes dos setores de Planejamento e de Inteligência do Batalhão de Operações Especiais (Bope), do Batalhão de Polícia Ambiental Força Verde (BPAmb-FV), do Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron), do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) e dos batalhões que atuam na região Oeste e Sudoeste do estado, além de representantes de unidades do interior e da Capital do estado e convidados.

O encontro, de dois dias, ocorre na Superintendência da Polícia Federal de Foz do Iguaçu e conta com a participação do promotor de justiça de Mato Grosso do Sul, Élcio Félix D’Angelo; do integrante da Receita Federal, Neri Antônio Parcianello; do comandante do BPFron, tenente-coronel Sanson, e do juiz federal Gustavo Chies Cignachi.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas