Portal da Cidade Foz

Motivação Financeira

Sócio de free shop é o principal suspeito de mandar matar dono da loja

Dois suspeitos de envolvimento na morte do empresário Átilla Ulvan, no dia 21 de novembro, estão presos de maneira temporária e outros três foragidos.

Postado em 07/01/2021 às 19:23

Delegada de Homicídios, Iane Cardoso. (Foto: Divulgação)

As investigações da Polícia Civil apontam que o principal suspeito de ser o mandante da morte do empresário Átilla Ulvan, 45 anos, ocorrida na noite de 21 de novembro do ano passado no cruzamento da Rua Jorge Sanwais com a Avenida Paraná é o seu sócio na Sky Duty Free, Douglas Nogueira Braz, de 31 anos. Ele e mais dois homens estão foragidos, após a Polícia Civil cumprir mandados de busca e apreensão e de prisão temporária na manhã de terça-feira (5). Até o momento, cinco pessoas estariam envolvidas no crime, mas esse número pode aumentar.

"As investigações apontam que o mandante do crime é o Douglas Nogueira Braz, e que no momento encontra-se foragido, não foi localizado, e ele teria encomendado a morte da vítima e uma associação criminosa atuante em Foz do Iguaçu foi quem planejou e executou o crime", explicou a delegada titular da Delegacia de Homicídios, Iane Cardoso.

A motivação, de acordo com a investigação, é de cunho financeiro. Um dos dois homens presos de maneira temporária estava no local do crime na noite de 21 de novembro, quando dois indivíduos em cima de uma motocicleta atiraram em Átilla Ulvan, que estava no banco do motorista de seu carro, parado no semáforo. Logo em seguida, os dos indivíduos fugiram do local do crime.

Além de Douglas Nogueira Braz, também seguem foragidos Lucas Felipe Pereira, de 24 anos e Mateus dos Santos Pereira, de 19 anos. Segundo as investigações, Douglas tinha acesso à conta bancária da empresa e teria se apropriado de alguns valores, levando a desentendimentos com o dono Átilla Ulvan. E também testemunhas disseram que Douglas buscava obter algum tipo de lucro com a morte do empresário.

Denúncias sobre o paradeiro dos foragidos podem estar sendo realizadas pelo telefone (45) 99843-6046 Disque Denúncia Delegacia de Homicídios, 181 Disque Denúncia, 197 Polícia Civil. Todas as denúncias são mantidas de forma anônimas, não havendo a necessidade de identificação do interlocutor.

Veja abaixo a entrevista na íntegra da delegada Iane Cardoso:


Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas