Portal da Cidade Foz

Criação de Peixes

Vermelho acompanha a ministra Tereza Cristina em congresso de aquicultura em Foz

O evento reúne todos os elos da cadeia produtiva de pescados e o que tem de melhor em tecnologias e serviços.

Postado em 24/11/2021 às 12:35 |

(Foto: Divulgação)

A ministra da Agricultura Tereza Cristina, o Secretário Nacional de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif, e o deputado federal Vermelho participarão nesta quarta (24) do 3º International Fish Congress & Fish Expo que será realizado nos dias 24, 25 e 26 de novembro no Recanto Cataratas Thermas e Resort.

O evento reúne todos os elos da cadeia produtiva de pescados e o que tem de melhor em tecnologias e serviços. Estarão participando dos debates as principais lideranças do setor, empresários, pesquisadores, professores, profissionais da aquicultura e pesca e prestadores de serviços. 

“O Brasil tem uma grande vocação na produção de pescados e esse evento contribuirá para o desenvolvimento do setor, com foco nos mercados nacional e internacional”, explicou Vermelho. 

A programação do Congresso prevê a participação de mais de 60 conferencistas nacionais e internacionais e uma feira com mais de 100 empresas expositoras. 

Lago de Itaipu

Vermelho aproveitará a viagem com a ministra e o secretário da pesca para reforçar a proposta do cultivo de peixes no reservatório da Itaipu e demais lagos de hidrelétricas no Paraná. 

“Nós temos um potencial muito grande para desenvolver a piscicultura nos gigantescos espelhos d’água dos reservatórios do Paraná e de todo o Brasil”, reforça o parlamentar. 

Vermelho já conversou sobre o assunto com o presidente Bolsonaro que se mostrou favorável a ideia e defendeu o projeto junto ao presidente paraguaio Mario Abdo Benítez. “A proposta está em discussão no Senado do Paraguai. Em dezembro Bolsonaro lançará o projeto da terceira ponte e discutirá a questão da aquicultura no lago com os irmãos paraguaios”, explica o parlamentar. 

 “O reservatório de Itaipu pertence aos dois países e possui todas as condições favoráveis de mercado, aptidão técnica e vasta disponibilidade de insumos e áreas propícias à realização da aquicultura”, reforça o deputado Vermelho.

Fonte:

Deixe seu comentário

Outras notícias

Mais Lidas