Portal da Cidade Foz

Região

Argentina suspende visitas às Cataratas do Iguaçu por causa do coronavírus

Medida, que tem caráter preventivo, passa a valer a partir deste domingo (15).

Postado em 15/03/2020 às 09:04

(Foto: Divulgação/Arquivo)

A direção do Parque Nacional Iguazú Argentina comunicou, na tarde deste sábado (14), a suspensão das visitas turísticas à unidade de conservação que abriga o lado argentino das Cataratas do Iguaçu, "até novo aviso".

Em vídeo divulgado através das redes sociais, Sergio Acosta, administrador do parque, disse que "a prioridade é cuidar da saúde pública de todos os argentinos e daqueles que nos visitam".

A medida segue recomendação do Ministério da Saúde e da Administração de Parques Nacionais (APN), que pede aos responsáveis pelas unidades que cancelem eventos e adotem todas as medidas cabíveis para evitar aglomerações de pessoas. A decisão inicial era restringir o número de visitantes a dois mil por dia, o que acabou sendo revisto.

Em paralelo, o Ministério da Saúde argentino analisa um plano de ação para ampliar o monitoramento das pessoas que entram no país por via aérea, marítima, terrestre ou fluvial, mas os detalhes ainda não foram divulgados.

Neste sábado, o ministro do Interior, Wado de Pedro, e a ministra da Segurança, Sabina Frederic, estiveram em Puerto Iguazú, em companhia do governador da província de Misiones, Oscar Herrera Ahuad, para avaliar a dinâmica de circulação na cabeceira argentina da Ponte Tancredo Neves, que é o ponto fronteiriço terrestre mais movimentado da Argentina.

Até a tarde de sábado (14), Misiones, onde está localizada a cidade de Puerto Iguazú, ainda não havia registrado casos positivos de contaminação de moradores ou visitantes pelo novo coronavírus. Nacionalmente, a Argentina já conta com duas mortes provocadas pela Covid-19, uma em Buenos Aires (capital) e outra na província do Chaco.

Do lado brasileiro, no Parque Nacional do Iguaçu, as visitas às Cataratas estão mantidas normalmente para este domingo (15), no horário das 8h às 17h. Na segunda-feira (16), haverá reunião entre a diretoria do parque e representantes das concessionárias que exploram os serviços turísticos, para decidir sobre a adoção de novas medidas.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas