Portal da Cidade Foz

Região

Brasileiro denuncia Patrulla Caminera por cobrança de propina de R$ 1,5 mil

Essa não é a primeira vez que agentes de trânsito realizam esse tipo de prática contra brasileiros.

Postado em 12/01/2020 às 22:11 |

(Foto: Arquivo/Divulgação)

Um brasileiro que passeava em Ciudad Del Este, no Paraguai, contou para um programa da Rádio Cultura, em Foz do Iguaçu, que foi extorquido por agentes da Patrulla Caminera (Polícia Rodoviária), no primeiro dia do ano, após participar do réveillon.

De acordo com o turista, a polícia realizou a verificação dos documentos e pediu para fazer o teste do bafômetro, que teria dado positivo. Mas o homem negou o resultado, garantindo que não ingeriu bebidas alcoólicas naquele dia. 

Diante da situação, os agentes informaram ao motorista que a multa era de R$ 5 mil e se ele não pagasse, seria preso e o veículo apreendido. Depois de muito "diálogo", eles chegaram a um acordo, onde o inspetor da Patrulla Caminera liberaria o carro se o homem pagasse R$ 1.500, no entanto, ele disse que não teria o valor no momento e voltou para o Brasil buscar o dinheiro, enquanto seu carro ficou retido.

Essa não é a primeira vez que agentes de trânsito realizam esse tipo de prática contra brasileiros. Diariamente são feito denúncias de policiais que pedem propina para estrangeiros.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas