Portal da Cidade Foz

região

Itaipu e instituições do G7 assinam parceria em prol do desenvolvimento regional

O protocolo foi assinado menos de um mês depois da visita do governador eleito, Ratinho Júnior, ao diretor-geral brasileiro, Marcos Stamm.

Postado em 25/11/2018 às 15:04 |

(Foto: Nilton Rolin/Itaipu Binacional)

A Itaipu e o chamado G7 – grupo de entidades empresariais paranaenses que representam o conjunto das forças econômicas do Estado (instituições estaduais ligadas ao comércio, indústria, agricultura e transporte) – assinaram um protocolo de intenções na sexta-feira (23). O compromisso prevê uma série de iniciativas e ações para o desenvolvimento econômico, social e ambiental do Paraná, contemplando seus diferentes territórios e cadeias produtivas.

A assinatura ocorre menos de um mês após a visita do governador eleito do Paraná, Ratinho Júnior, ao diretor-geral brasileiro da Itaipu, Marcos Stamm, no escritório de Itaipu, em Curitiba.  Na ocasião, Stamm e Ratinho Júnior conversaram sobre a possibilidade de ampliar as parcerias entre o poder público e a iniciativa privada para tratar de temas estratégicos para o estado, principalmente na área de infraestrutura, sinalização que se repetiu nesta sexta-feira, com a participação de representantes do governo eleito do Paraná.

Para Stamm, a parceria será uma forma de disseminar os conhecimentos da Itaipu. “Somos uma empresa catalisadora de ações que visam à sustentabilidade. Podemos contribuir muito para que os municípios paranaenses aprimorem suas ações sustentáveis”, disse o diretor-geral. 

As parcerias terão como meta o cumprimento dos objetivos de desenvolvimento sustentável, os ODS, estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU). Estes objetivos compõem uma estratégia de governos e sociedade em prol das ações que visam guiar a rota do desenvolvimento mundial até 2030. 

O vice-governador eleito e presidente da Fecomércio, Darci Piana, reforçou a importância da parceria com a Itaipu. “Itaipu tem mostrado sua força e feito um trabalho extraordinário aqui no Oeste do Paraná. Temos interesse que Itaipu venha a fazer isso por todo o Estado. Junto com o governo que inicia agora, podemos dar um salto de qualidade, e Itaipu é fundamental nesse processo”, disse Piana. 

“Não há outro caminho para o desenvolvimento, senão a união de instituições sérias e focadas na sustentabilidade”, comentou o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, presente à assinatura.

O protocolo foi assinado pelo diretor-geral brasileiro, Marcos Stamm, e o diretor-geral paraguaio da Itaipu binacional, José Alberto Alderete Rodrigues, com a presença de outros diretores brasileiros e paraguaios. O ato é considerado extremamente significativo para a Itaipu e o Estado do Paraná pela relevância das entidades representadas.  

Participaram do evento o vice-governador eleito do Estado do Paraná e presidente da Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná), Darci Piana; o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Edson Luiz Campagnolo; o presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap), Marco Tadeu Barbosa; o representante da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), Antônio Leonel Poloni; o presidente da Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado do Paraná (Fetranspar), Sérgio Luiz Malucelli; e o representante da Fecoopar (Federação e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná, Sistema Ocepar), Nelson Costa, e o presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Gláucio José Geara. 

Também estiveram presentes o diretor superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Paraná), Vitor Roberto Tioqueta; o diretor superintendente da Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI), Jorge Augusto Callado; o superintendente da Fiep, Irineu Roveda Júnior; o diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), José Antônio Fares; o vice-presidente de Desenvolvimento Regional da Faciap, Mario Costenaro e o presidente do Programa Oeste em Desenvolvimento, Danilo Vendruscolo.

Os parceiros atuarão com o conceito de desenvolvimento territorial, tendo como eixos a endogenia e a descentralização dos diálogos institucionais, reconhecendo as peculiaridades regionais dos diferentes territórios e a necessidade de estabelecerem suas prioridades e estratégias próprias. 

“Sabemos que essas ações vão sair do papel porque todas as instituições envolvidas contam com equipes técnicas qualificadas, que poderão de fato concretizar as ideias e projetos”, garantiu o diretor superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Paraná), Vitor Roberto Tioqueta.

O acordo priorizará a geração continuada de trabalho e renda; a ampliação da diversificação produtiva do Paraná; a agregação de valor aos produtos e serviços; o aumento da produtividade do trabalho e dos processos; a melhoria da infraestrutura; a competitividade do Paraná nacional e mundialmente e a plena adequação dos sistemas produtivos e comportamentais aos ODS.

Fonte:

Deixe seu comentário