Portal da Cidade Foz

Fronteira

Momento comercial com o Brasil anima empresários paraguaios e novas lojas surgem

O setor de indústria e comércio do Paraguai quer encontrar equilíbrio para permitir que importações não afetem as produções nacionais.

Postado em 18/06/2021 às 01:02

Foto tirada antes da pandemia. (Foto: Arquivo/LaClave)

O vice-ministro do Comércio do Paraguai, Pedro Mancuello, informou que a situação comercial na fronteira com o Brasil é "bastante animadora", enquanto do lado argentino está lidando com o subsídio aos afetados pela pandemia Covid-19.

“Com o Brasil já temos um comércio bastante fluido. Estão abrindo lojas que geram concorrência no mercado. Temos lá uma frente de trabalho para melhorar a competitividade e recuperar alguns setores que antes não eram tão competitivos”, disse o responsável. No entanto, ele relatou que do lado argentino a situação é mais delicada. “Não há possibilidade de passagem”, disse.

Por outro lado, mencionou que a carteira da Indústria e Comércio tem a responsabilidade de encontrar uma forma eficaz de permitir as importações sem afetar os produtores nacionais. “Que o preço do produto importado não seja mais barato que o produto nacional, e que isso por sua vez permita haver competição entre os próprios produtores locais. Queremos que a importação tenha um caminho com certa rastreabilidade, quando a produção local não é suficiente”, explicou.

Fonte:

Deixe seu comentário

Outras notícias

Mais Lidas