Portal da Cidade Foz

Fome e Desespero

Moradores de Puerto Iguazú desenterram carne de frango para comer na Argentina

As carnes foram apreendidas pela prefeitura e não estavam próprias para o consumo, mesmo assim, os moradores com crianças se arriscaram por causa da fome.

Postado em 19/11/2020 às 21:50 |

(Foto: Movimento Ativo Social e Político Iguaçu/Divulgação)

(Foto: Movimento Ativo Social e Político Iguaçu/Divulgação)

(Foto: Movimento Ativo Social e Político Iguaçu/Divulgação)

A fome atinge duramente as famílias mais necessitadas de Puerto Iguazú, cidade argentina que faz fronteira com Foz do Iguaçu. As imagens machucam, produzem indignação, tristeza, ver tantas crianças e mulheres cavando o poço onde enterraram as galinhas de uma apreensão da Prefeitura local para levar para casa e preparar comida.

Depois da operação realizada pela Prefeitura no final de semana no bairro Altos del Paraná, na qual saquearam 1.200 caixas de coxas de frango de origem argentina, foram entregues ao Senasa, e na manhã de terça-feira, 17, foram enterrados em uma propriedade municipal de dois mil hectares. A mercadoria já estava em mau estado e a Força Federal procedeu ao seu descarte.

Assim que o caminhão municipal chegou com a carga, os moradores da região vieram esperar. Sim, esperar para poder cavar o poço e retirar as caixas e levá-las para casa, como ilustram as fotografias.

O funcionamento da força de segurança não terminou com a apreensão, estes alimentos meio enterrados colocam a população em risco de contaminação e envenenamento em massa por se encontrarem em más condições.

Horas depois, um grupo de 50 pessoas, incluindo crianças, esteve presente na propriedade Tosquera para retirar a terra e tentar recuperar parte da mercadoria para alimentar seus filhos.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas