Portal da Cidade Foz

Ponte da Amizade

Na ausência de presidentes, prefeitos celebram reabertura da fronteira

Chico Brasileiro, de Foz do Iguaçu, e Miguel Prieto, de Ciudad del Este, reuniram-se na manhã desta quinta-feira (15) na aduana paraguaia.

Postado em 15/10/2020 às 15:36 |

(Foto: Divulgação)

O prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, e de Ciudad del Este, Miguel Prieto, reuniram-se nesta quinta-feira (15), na aduana da cidade paraguaia, para celebrar a reabertura da Ponte da Amizade, fronteira entre os dois países e que esteve fechada desde 18 de março, no início da pandemia de coronavírus na região.

Acompanhados de assessores e secretários, os dois prefeitos ficaram reunidos por cerca de 16 minutos. "Sorte para nós, para Foz e Ciudad del Este, para o Brasil e Paraguai e vamos vencer essa doença juntos. Já estamos vencendo, na verdade. E agora vamos reerguer nossos comércios e nossas cidades, e teremos um futuro muito melhor", celebrou o prefeito Chico Brasileiro.

O encontro foi todo filmado e compartilhado na página oficial do prefeito de Ciudad del Este, no Facebook.O prefeito paraguaio ainda comentou: "Celebramos a reativação comercial, com responsabilidade e irmandade. Hoje recebemos o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, com quem coordenamos em conjunto os protocolos locais para uma reabertura segura", escreveu em sua página oficial.

Anteriormente estava programa para celebrar a reabertura da fronteira, a presença dos presidentes Jair Bolsonaro (Brasil) e Mario Abdo Benítez (Paraguai), mas o encontro entre os dois foi adiado, porém a reabertura mantida para a mesma data inicial.

Como está sendo o acesso

Brasileiros podem acessar Ciudad del Este via Ponte da Amizade das 5h às 14h somente de carro, vans, motos ou caminhões. Após as 14h não será mais permitida a entrada de brasileiros. Uma vez em Ciudad del Este, o prazo para deixar o Paraguai é de 24h. Quem for além dos 30 km da região permitidos no acesso, deverá ter documentos pessoais e laudos de saúde em dia, além de cumprir a quarentena obrigatória.

Paraguaios não têm restrições de acesso ao Brasil, de acordo com portaria publicada na noite de quarta-feira (14). Podem vir ao Brasil a pé ou por automóveis e motos e não há limite de circulação e nem tempo de permanência no país.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas