Portal da Cidade Foz

Prejuízo

No Dia do Trabalhador, 26 mil empregados seguem suspensos em todo o Paraguai

O aumento das suspensões temporárias afeta os trabalhadores da gastronomia e serviços noturnos, devido às restrições na quarentena.

Postado em 01/05/2021 às 10:42

(Foto: Divulgação )

O Ministério do Trabalho do Paraguai informou que, de 15 de março até a este sábado, 1° de maio, ocorreram 16 mil novas suspensões de trabalho para trabalhadores com carteira assinada. A este número somam-se as 10 mil suspensões que foram arrastadas desde 2020, elevando o total para 26 mil suspensas até agora no quarto mês de 2021.

Nesse sentido, a ministra do Trabalho, Carla Bacigalupo, disse que são registrados em média 60 pedidos de suspensão por dia, o que equivaleria a cerca de 1.000 a 1.200 trabalhadores afetados por semana.

O aumento da suspensão temporária dos trabalhos deve-se às duas restrições impostas pelo Governo Nacional quase no mesmo mês, para travar o avanço da Covid-19. Nesse sentido, de 27 de abril a 10 de maio, regulamenta o Decreto nº 5.160, que estabelece que os habitantes das cidades que se encontram no nível vermelho de transmissão comunitária do covid, poderão circular das 5h às 20h.

Isso obrigou o setor que depende do comércio noturno a paralisar suas atividades, restringindo a mobilidade das pessoas. Os afetados lamentaram as disposições do Poder Executivo. “Estamos cansados ​​da quarentena seletiva”, garantem.

Fonte:

Deixe seu comentário

Outras notícias

data-matched-content-ui-type="image_stacked" data-matched-content-rows-num="2" data-matched-content-columns-num="3">

Mais Lidas