Portal da Cidade Foz

Espera Ansiosa

Parada comercial de Ciudad del Este afetou cerca de 45 mil pessoas da região

Moradores de Presidente Franco, Hernandárias e Minga Guazú que dependiam do comércio da capital de Alto Paraná, foram prejudicados pelo fechamento.

Postado em 24/09/2020 às 18:00

(Foto: Arquivo La Clave)

Os municípios do entorno de Ciudad del Este, no Paraguai, também esperam recuperar o dinamismo comercial. São quase 45 mil pessoas de Minga Guazú, Presidente Franco e Hernandarias que aguardam ansiosamente a reabertura da Ponte da Amizade, pois foram atingidas pela crise no pulmão econômico do Alto Paraná.

Em Hernandarias, uma média de 12 mil pessoas dependem do turismo de compras, segundo dados da Câmara Municipal da cidade. “A reabertura da ponte também nos beneficia como município porque um número significativo de cidadãos se mudava diariamente para Ciudad del Este para trabalhar”, disse Jaime Zorrilla, diretor de Indústria, Comércio e Agricultura do município.

Por sua vez, o Conselheiro Eudes Mereles, de Minga Guazú, destacou que mais de 15 mil mingueros dependem do turismo de compras, portanto a reativação permitirá oxigenar a economia dos setores afetados.

Enquanto isso, cerca de 20 mil francos ficaram sem renda devido ao fechamento das fronteiras. “A abertura da ponte é muito positiva porque 70% dos moradores dependem do microcentro”, disse o vereador Roberto Brizuela.

A reabertura da passarela internacional está prevista para a próxima semana, das 05h às 18h. Durante esse horário, a passagem será gratuita.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas