Portal da Cidade Foz

Violência e Agressão

Taxistas atingem veículos por aplicativo e ameaçam motoristas em Ciudad del Este

As vítimas tiveram os carros atacados por pedras e paus neste sábado (20), no centro da cidade paraguaia.

Postado em 21/02/2021 às 13:30

(Foto: Divulgação )

Dois motoristas de aplicativo do Uber foram agredidos neste sábado (20), na área central de Ciudad del Este, no Paraguai, por conta de seus trabalhos. Segundo as vítimas, os agressores eram taxistas e motoristas de transporte alternativo, que atacaram pedras, gelo e paus contra os veículos.

O incidente ocorreu na avenida Carlos Antonio López, onde fica um ponto de táxi. Um dos motoristas foi forçado a descarregar os passageiros e ameaçado o tempo todo. “Saia daqui, seu rosto não vai quebrar, só o carro”, disse-lhe um dos taxistas, conforme captado em um vídeo.

Outro motorista esperava por sua esposa, que estava saindo do trabalho, mas também foi identificado por taxistas e gritaram contra ele. Ele mesmo pediu ajuda aos companheiros, pois estava com uma criança a bordo.

José Ayala, motorista do Uber, explicou que estão formando uma comissão para se organizar para pedir segurança. Ele disse que embora o prefeito de CDE, Miguel Prieto, tenha vetado o regulamento do Uber na cidade, os conflitos persistem.

A Câmara Municipal aprovou uma portaria que restringe a circulação do Uber e do Muv na capital de Alto Paraná. Ficou estabelecido que as operadoras de plataformas digitais só poderão circular com veículos de até oito anos de fabricação, mas isso foi vetado pelo prefeito Prieto.

Os trabalhadores lamentam não poderem trabalhar livremente em Ciudad del Este, pois afirmam que muitos fazem esse trabalho como único meio de subsistência. Em todo o Alto Paraná, a implantação do taxímetro não é necessária e os trabalhadores do volante cobram os clientes à vontade.

Não é a primeira vez que os taxistas atuam juntos e violentamente contra os motoristas dessas plataformas.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas