Portal da Cidade Foz

COVID-19

Foz amplia barreiras sanitárias e adota medidas mais rigorosas de controle

As medidas fazem parte do novo decreto publicado nesta quarta-feira (20).

Postado em 21/05/2020 às 11:15

(Foto: Divulgação/PMFI/Arquivo)

A Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu determinou a ampliação das barreiras sanitárias e também a implantação do Termo de Liberação Sanitária para o trânsito de veículos de cargas e passageiros. Ao todo, serão 17 pontos de monitoramento que incluem vias de acesso à cidade, empresas de transporte de passageiros, comércio, atrativos turísticos e meios de hospedagem.

As medidas fazem parte do novo decreto publicado nesta quarta-feira (20) e integram o quarto ciclo de enfrentamento à Covid-19, que foca especificamente nas ações de vigilância em saúde e monitoramento dos indicadores relacionados ao controle do Coronavírus. As novas barreiras começam a funcionar a partir do dia 25 de maio de 2020 e devem permanecer em funcionamento enquanto perdurar a situação de emergência pela pandemia.  

“Este decreto retrata que conseguimos superar os primeiros ciclos e chegarmos a um nível de bom controle da doença até agora. Com todas as condições implementadas nas primeiras batalhas, agora podemos aperfeiçoar o monitoramento dos indicadores e seguir avançando de forma segura com as novas ações para reabertura estratégica da cidade”, afirmou o vice-prefeito e secretário de saúde, Nilton Bobato.  

Estratégia

Os novos pontos para implantação das barreiras foram definidos com base na estratégia de monitoramento de locais que devem passar a ser mais movimentados. Entre os locais, estão os meios de hospedagem e também os atrativos turísticos, que estão previstos para reabrir no próximo dia 10 de junho. Os dois shoppings, transportadoras, empresas de transporte rodoviário de passageiros, comércio com fluxos maiores de 100 pessoas/dia e a Ceasa também estão entre os novos pontos de fiscalização.

A medida mantêm as barreiras existentes no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, Rodoviária, Ponte Tancredo Neves, Ponte Internacional da Amizade, BR-277 e Porto Seco de Foz do Iguaçu.

Termo de liberação

A prefeitura também implantou o Termo de Liberação Sanitária para o trânsito de veículos de cargas e passageiros, que será regulamentado em nota técnica da saúde. O documento é obrigatório e será entregue aos trabalhadores e motoristas nas barreiras sanitárias das empresas transportadoras e de viagem ou, para os ingressos, na BR 277.

Os motoristas que não residem em Foz do Iguaçu e tem como destino da entrega da carga a cidade de Foz do Iguaçu, ficam obrigados a se apresentarem na barreira sanitária da BR 277, quando receberão o Termo de Liberação Sanitária, caso não apresentem sintomas relacionados à COVID, sem o qual ficarão impedidos de descarregar a carga transportada no seu destino.

Barreiras   

Nas barreiras sanitárias serão monitoradas e orientadas as pessoas que ingressarem e ou transitarem em Foz do Iguaçu por meio da aplicação de questionário para identificar indivíduos com sintomas relacionados à COVID-19 iniciados em até 14 (quatorze) dias.

Ao ser identificado um sintomático respiratório, os integrantes da barreira sanitária farão os encaminhamentos e o comunicado com a Central do Coronavírus para agendamento da coleta para exame de RT-qPCR ou sorologia para anticorpos, conforme o caso, e demais procedimentos como prescrição do isolamento e consulta médica.

As equipes também aplicarão um questionário para investigação dos pacientes. As informações serão lançadas em uma plataforma digital que ajudará no levantamento dos indicadores e comportamento da doença.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas