Portal da Cidade Foz

Covid-19

Foz do Iguaçu diminui número de casos suspeitos do novo coronavírus

Laboratório Central do Estado enviou nova leva de exames que deram negativo.

Postado em 28/03/2020 às 13:57 |

(Foto: Ilustrativa )

A Secretaria Municipal da Saúde atualizou, no final da manhã deste sábado (28), os números do coronavírus em Foz do Iguaçu, com 121 casos suspeitos, cinco confirmados e 70 descartados. 

Na comparação com o boletim anterior, houve diminuição no total de ocorrências suspeitas (de 140 para 121), manutenção da mesma quantidade de casos confirmados e um aumento significativo no número de resultados negativos para Covid-19 (de 37 para 70).

Importante: nas últimas 24 horas, 14 novos casos suspeitos foram notificados. A cifra total diminuiu de 140 para 121 porque, no mesmo período, 33 foram descartados.

Também na manhã deste sábado, o prefeito Chico Brasileiro e o vice-prefeito Nilton Bobato reforçaram as recomendações para que todos cumpram o isolamento social, coforme orientações da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde. O prefeito também pediu a união de toda a população e a compreensão do empresariado neste momento.

“Não é vontade nossa estar com tudo parado, sabendo que isso prejudica a comunidade como um todo. Mas é uma realidade que temos que enfrentar. Até agora estamos acertando, dando uma resposta muito positiva neste enfrentamento. Na saúde a gente não tem que pagar pra ver, nós temos que agir preventivamente. Quero pedir a compreensão de todos, porque se errarmos agora, poderemos ter um prejuízo muito maior para as empresas. Temos que ter essa responsabilidade, esse olhar técnico”, afirmou Chico, durante seu programa semanal de rádio.

“Até quarta-feira, nós teremos o resultado de todos os pacientes que fizeram o exame em Foz. Não podemos tomar nenhuma decisão sem saber se o vírus está circulando em Foz, e se temos ou não transmissão comunitária. Em cima desses exames, anunciaremos um plano mais detalhado, de como e quando será essa retomada”, complementou.

O município aguarda o credenciamento do Centro de Medicina Tropical, mantido por Itaipu Binacional, para que os testes rápidos para Covid-19 sejam feitos localmente, com resultados em menos de 24 horas.

Já a Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) protocolou pedido para credenciamento do Laboratório do Hospital Municipal, com o objetivo de gerar resultados em até seis horas. Atualmente, o prazo médio de espera dos exames enviados para o Laboratório Central do Estado (Lacen), em Curitiba, é de oito dias.

Durante o programa de rádio, o vice-prefeito e secretário da Saúde, Nilton Bobato, condenou o chamado “isolamento vertical”, quando somente os grupos de risco (idosos e doentes crônicos) são mantidos em confinamento.

“Vários países que não fizeram o isolamento ou adotaram estratégias de imunidade em massa, ou seja, não implantaram medidas restritivas, voltaram atrás das suas decisões. A cidade de Nova York é hoje o epicentro da epidemia do mundo. Se nós não temos nenhum caso internado até o momento é justamente por isso, por esse cuidado, e devemos continuar assim para impedir o aumento de casos”, justificou Bobato.

Fonte:

Deixe seu comentário