Portal da Cidade Foz

saúde

Inscrições para o Programa de Residência Médica terminam na segunda-feira

São ofertadas 22 vagas aos profissionais de medicina, todas contempladas com bolsas.

Postado em 07/11/2019 às 17:09 |

(Foto: Divulgação/PMFI)

O prazo para inscrições na seleção do Programa de Residência Médica da Secretaria Municipal de Saúde de Foz do Iguaçu, com ingresso em 2020, termina na próxima segunda-feira (11). O edital e o link para a inscrição podem ser acessados por meio do site da Prefeitura - Processo de Seleção Residência Médica.

São ofertadas 22 vagas aos profissionais graduados em medicina e alunos do último ano do curso de medicina, com reconhecimento do Ministério da Educação (MEC). Também podem participar médicos graduados em escolas estrangeiras, com diplomas devidamente revalidados no Brasil.

Todas as vagas são contempladas com bolsa/remuneração. A aula inaugural que dá início ao programa de Residência Médica acontecerá no dia 02 de março de 2020. As áreas de atuação são: Cirurgia Geral, Clínica Médica, Medicina de Família e Comunidade, Ortopedia e Traumatologia, Pediatria e Psiquiatria. A duração do programa varia de dois a três anos dependendo da especialidade. O processo de seleção é coordenado pela COREME (Comissão de Residência Médica).

Seleção

O processo seletivo será composto por aplicação de prova objetiva, prova prática e avaliação curricular, de acordo com as especificidades de cada área de atuação.

O diretor Técnico do Hospital Municipal Padre Germano Lauck, Fabio Marques, pontua a importância da Residência Médica aos profissionais que pretendem trabalhar na unidade hospitalar, bem como, nas Unidades de Pronto Atendimento do município. “Nos próximos anos, o médico que não tiver residência médica terá muita dificuldade em se inserir no mercado de trabalho. Em pouco tempo, a residência médica será exigência básica para se trabalhar nas Unidades de Pronto Atendimento -UPAS, o que já ocorre no Hospital Municipal”, explica.

Marques segue ressaltando que “a concorrência tende a aumentar em 2020, em função do término da primeira turma de médicos da Unila”, finaliza.

Fonte:

Deixe seu comentário