Portal da Cidade Foz

Turismo

Empresários reforçam papel do turismo no desenvolvimento de Foz do Iguaçu

Empreendedores de vários ramos econômicos formularam propostas para o segmento turístico durante pré-conferência.

Postado em 14/08/2019 às 20:54 |

(Foto: Christian Rizzi)

A relevância do turismo para o desenvolvimento de Foz do Iguaçu foi ressaltada em pré-conferência nessa terça-feira (13), na Fundação Cultural. Com a participação de empresários de vários ramos, foram elaboradas mais de 60 propostas, distribuídas em cinco eixos temáticos.

Preparatório para a 3ª Conferência Municipal de Turismo, o evento foi o segundo de um total de cinco pré-conferências. Além de debates e avaliações, as reuniões ainda elegem delegados com direito a voz e a voto na plenária final, no dia 28 de setembro. 

As pré-conferências e a conferência são realizadas pela Prefeitura de Foz, por meio da Secretaria de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, em parceria com o Conselho Municipal de Turismo. Participam da mobilização o Fundo Iguaçu, Visit Iguassu, universidades e outras instituições da Gestão Integrada do Turismo.

Vice-presidente do Comtur, Licério Santos destacou a união entre empresários de diversos segmentos na elaboração de propostas para o desenvolvimento do turismo. No diálogo em torno da conferência, frisou, são estabelecidas metas e objetivos a serem alcançados. 

“A cidade entende que todos somos atingidos pelo turismo. Por isso é importante esse momento em que empresários de todos os setores estão trabalhando juntos”, acentuou Licério. “Unidos e com a comunidade, planejamos a gestão e o plano de dez anos para o turismo.” 

À plenária da pré-conferência de turismo, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu (ACIFI), Faisal Ismail, disse que o setor é a mola propulsora da economia do município e da geração de empregos. O dirigente também enfatizou a união do setor empresarial. 

“A ACIFI se sente no dever de participar desse processo de debate e de elaboração de propostas”, sublinhou. “Foz do Iguaçu merece esse planejamento para os próximos dez anos para ser um dos melhores destinos turísticos do mundo”, refletiu. 

Turismo, construção e infraestrutura

Empresário do setor de construção e infraestrutura, Renato Camargo afirmou que o turismo é um setor de grande transversalidade. Ele considerou importante o espaço de debate e planejamento com a participação de empreendedores de diversos ramos.

“Turismo está intimamente ligado às áreas de edificação e infraestrutura. Nosso setor tem muito a contribuir nesse debate”, destacou Camargo, proprietário da Tarobá Construtora e conselheiro do Sinduscon Oeste, entidade que representa a indústria da construção civil na região. 

Participação

A diretora-geral do Parque das Aves, Carmel Croukamp, avaliou como importantes os debates entre os diferentes segmentos da comunidade para o fortalecimento do turismo. Ela também citou o processo de cooperação estabelecido pelas instituições durante a pré-conferência. 

“As melhores ações, estratégias e marcas para o turismo se fazem a partir do debate envolvendo toda a comunidade e sua rede de representações e instituições”, ressaltou. “Isso nos deixa mais felizes em participar desse processo”, finalizou Carmel. 

Escuta ativa

Vice-coordenadora do curso de Turismo da Unioeste/Foz, Silvia Tossi é uma das mediadoras voluntárias das pré-conferências. Para ela, esses encontros são relevantes por promoverem a participação e a interlocução da comunidade com os órgãos responsáveis pelas políticas de turismo. 

“As pré-conferências, a conferência e outros espaços de debates são canais de escuta ativa, em que se ouve a comunidade sobre quais são as suas necessidades e soluções”, enfatizou Silvia. “São momentos de colaboração e construção entre todos”, pontuou.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas