Portal da Cidade Foz

Debate

Região do Porto Meira terá "impulso" para atender turismo em Foz do Iguaçu

Moradores poderão indicar suas principais demandas em reunião do Orçamento Participativo, no dia 21 de setembro.

Postado em 17/09/2021 às 10:03

(Foto: Sara Cheida/Itaipu Binacional)

A revitalização da Avenida General Meira, as obras que serão elencadas no Orçamento Participativo, as grandes obras (segunda ponte e perimetral) em execução e os novos atrativos de Foz do Iguaçu se somam à vontade do empresariado local que vão impulsionar a economia do Porto Meira baseada no tripé comércio-serviços-turismo.

Nesta quinta-feira, 16, empresários da região se reúnem para finalizar o plano de desenvolvimento após pesquisa em parceria da ACIFI, Sebrae e Uniamérica que levantou as principais demandas do setor. O foco principal é preparar a infraestrutura prevendo o aumento do fluxo de pessoas a partir da entrega das obras, custeadas pela Itaipu, e da instalação de novos atrativos turísticos, como a mega roda gigante.

Os comerciantes buscam parcerias para ampliar a instalação, por exemplo, de agências bancárias e lotéricas e mais opções de restaurantes. O núcleo defende melhorias na infraestrutura, em especial a Avenida Morenitas, uma das principais vias do comércio do bairro.

Além da revitalização da Avenida General Meira, lembra o prefeito Chico Brasileiro, os moradores do Porto Meira poderão indicar até R$ 10 milhões em obras prioritárias que serão incluídas no Orçamento Participativo de 2022. A região é formada por 32 bairros e cerca de 50 mil moradores.

Comércio da região

A primeira reunião de formação do núcleo de empresários do Porto Meira, no início do mês de junho, e já identificou "quão grande é o comércio da região", disse a comerciante Talita Ferrari. A etapa agora pretende garantir as melhorias necessárias para suprir a demanda de clientes com a conclusão esperada para 2022 da nova ponte com o Paraguai e da Perimetral Leste.

"Então, o que visamos é a segurança e o atendimento ao público".

Talita Ferrari afirma a importância da participação dos moradores no planejamento estratégico. "Isso será fundamental para avançarmos nesse projeto de transformação do Porto Meira. Buscamos melhorias junto das associações. Ideal que estejamos preparados para receber todo esse fluxo de pessoas que sabemos, vai ser grande".

"O Porto Meira é um bairro lindo. Temos muito para receber o povo do turismo", afirmou. A comerciante lembrou que, além das obras de infraestrutura, o bairro já conta com o Marco das 3 Fronteiras e em breve terá a maior roda gigante do Brasil.

A região abriga ainda o Lago Remador, espaço público que, segundo Talita, também precisa de revitalização. "Somos mais de 50 mil habitantes e apenas uma cooperativa de crédito, que não consegue atender a demanda", completou.

O comerciante Marcelo Frank reforça o apelo pela instalação de mais agências bancárias para atender as demandas futuras do bairro. Ele informa que, nos últimos meses, várias empresas -  "por enquanto de pequeno porte" - estão se instalando na região. "Se vamos ser atendidos, é uma coisa que só o futuro vai nos falar, mas a expectativa é boa, a maneira em que as pessoas estão vendo é com bom ânimo", frisou.]

Fonte:

Deixe seu comentário

Outras notícias

Mais Lidas