Portal da Cidade Foz

Planejamento

Sindhotéis apresenta ferramenta inovadora para retomada do turismo pós pandemia

O e-Marketplace será apresentado em encontro on-line nesta segunda-feira (14), às 17h.

Postado em 14/09/2020 às 12:32

(Foto: Marcos Labanca)

Foz do Iguaçu dará nesta segunda-feira (14) a largada para a formação de um e-Marketplace especializado no seu turismo sintonizada com o “novo” recomeço da atividade econômica do turismo. Uma realidade pós pandemia com novas demandas para os negócios requeridas por um turista mais bem informado e conectado.

A ferramenta será apresentada pelo Sindhotéis (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Foz do Iguaçu e Região). A apresentação acontecerá em reunião on-line, às 17 horas, aberta para associados e convidados. Solicite o link de acesso à entidade no telefone (45) 3027-1836, com Luci Roberto.

Durante o encontro virtual, os participantes terão acesso, em primeira mão, à plataforma tecnológica que estrutura o e-Marketplace Cooperativado do Turismo, uma OTA (agência de viagem on-line) de Foz do Iguaçu e da Região Turística Cataratas & Caminhos – Pós Covid-19.

O evento também será marcado pela apresentação e entrega da loja virtual de cada associado, além da apresentação de detalhes do no Feirão do Turismo Brasileiro que será realizado de 21 a 27 de setembro.
Todas as informações, benefícios e a infraestrutura tecnológica disponibilizada serão apresentadas na reunião virtual diretamente pelo fundador e coordenador do e-Marketplace Cooperativado do Turismo Brasileiro, Vadis da Silva e, pelo presidente do Sindhotéis, Neuso Rafagnin.

Benefícios - Qualquer turista, brasileiro ou estrangeiro que queira comprar produtos e serviços da cidade, poderá fazê-lo, diretamente das lojas virtuais das empresas locais ou, da loja virtual do e-Marketplace Cooperativado do Turismo Receptivo de Foz do Iguaçu, que tem por endereço na internet - www.gestour.com.br/FozdoIguacu.

E o melhor, tudo sem exigir nenhum tipo de investimento inicial em infraestrutura tecnológica, pelo governo municipal ou por parte das empresas. Bem como, nenhum custo recorrente de manutenção ou assistência técnica.

Agora, todas as empresas locais do turismo podem se integrar e ativar uma loja virtual própria e passar a vender on-line os seus produtos e serviços ampliando suas receitas revendendo o turismo da cidade, da região, do estado do Paraná, da Região Sul e de todo o Brasil.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas