Portal da Cidade Foz

agronegócio

Produtores de soja começam a colheita do grão animados em Foz do Iguaçu

Melhorias nas estradas rurais feitas pela prefeitura favorecem o escoamento dos grãos.

Postado em 10/02/2020 às 15:20 |

(Foto: PMFI/Divulgação )

Os profissionais da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento estão acompanhando o início da colheita da safra 2019-2020 de soja em Foz do Iguaçu. A colheita teve início na semana passada na Vila Bananal, e a estimativa dos produtores é colher entre 65 e 70 sacas de soja por hectare do principal produto agrícola do município. Essa etapa da colheita abrange os 12 mil hectares onde foram plantadas a soja e deve prosseguir até o final de fevereiro.

A soja foi cultivada em aproximadamente 300 propriedades em Foz do Iguaçu. Este ano, a safra deve render a colheita de cerca de 800 mil sacas do produto, promovendo a geração de emprego e renda na região. O valor médio de mercado para cada saca é de R$ 80,00.

O secretário municipal de Agricultura, Pablo Mendes, explica que o Governo Municipal tem auxiliado os produtores rurais em diferentes frentes. “A Prefeitura de Foz do Iguaçu através do trabalho conjunto entre a Secretaria de Agricultura e Abastecimento e a Secretaria de Obras, atua diretamente no suporte técnico e da estrutura para trabalhadores da área rural, seja por meio de empréstimo de maquinas para o preparo dos terrenos e também na recuperação de estradas, garantindo celeridade e evitando desperdício no escoamento da safra”, informa.

Para contribuir com o escoamento da safra, e melhorar a vida dos agricultores, a Prefeitura executou obras de pavimentação e reperfilamentos nas ruas Paulista, Argemiro Lemos, Itaboraí e também na Felipe Wandscheer.  

Produtor rural há 50 anos, Orlando Bortilini plantou 300 hectares de soja este ano. A expectativa com a colheita, que teve início nesta segunda-feira (10), é positiva. “Este ano está muito bom. A prefeitura tem colaborado muito com a gente, principalmente melhorando as ruas na área rural, tem nos atendido sempre. Isso é muito bom porque melhora bastante o transporte”, conta.

Rentabilidade e economia

De acordo com o secretário, além das melhorias feitas pela Prefeitura, a colheita teve outras influências que ajudam a reforçar o resultado positivo. “Fatores como o solo extremamente fértil, aliado as tecnologias aplicadas e as condições climáticas, que nos últimos meses foram muito favoráveis, irão refletir nessa colheita, aumentando assim a rentabilidade dos nossos agricultores e a qualidade de vida das demais pessoas envolvidas nesse cultivo”.

Pablo Mendes lembra ainda que a safra tem um importante papel na economia municipal. “A soja está em primeiro lugar no ranking em participação de formação no Valor Bruto da Produção – VBP. Parte dessa movimentação volta pros cofres públicos através do Fundo de Participação dos Municípios – FPM” destacou.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas