Portal da Cidade Foz

Iguaçuense têm disputa importante no SuperBike

O piloto de motovelocidade Márcio Bortolini, faz sua estreia na categoria 1000 cilindradas neste domingo.

Postado em 11/02/2017 às 02:16 |

O piloto de motovelocidade de Foz do Iguaçu, Márcio Bortolini, faz sua estreia neste domingo (12) na categoria 1000 cilindradas, a mais importante do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade – SuperBike, principal competição do esporte no País e a maior da América Latina. A primeira corrida do iguaçuense será nas 500 Milhas, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

“Espero me adaptar o mais rápido possível e trazer o troféu para Foz do Iguaçu no final do ano”, disse Márcio Bortolini. SuperSport ProAM.

Apesar dos 20 anos de experiência, Bortolini reconhece a dificuldade da nova categoria, mais forte e com pilotos com ampla bagagem, mas está otimista. A boa perspectiva do piloto se deve ao seu equipamento competitivo e ao amparo de sua equipe, preparada para lhe dar todo o suporte.

“Estou muito feliz pela oportunidade de, pela primeira vez, competir com uma 1000cc, mas não posso negar que estou super ansioso”, disse Bortolini, nesta sexta-feira (10). “Há uma grande diferença de potência entre as 1000cc e as 600cc, além de toda a eletrônica da moto que é diferente da anterior e com a qual terei que me acostumar”, completou.

Trajetória

Bortolini começou a correr em 2006, como uma brincadeira entre amigos, mas logo no primeiro ano venceu todas as corridas das quais participou nas categorias 125cc e 150cc.

Em 2008, disputou o Campeonato Brasileiro em Interlagos, maior pista brasileira de corrida, na categoria 250cc. Também participou de outras provas no Paraná e ganhou algumas medalhas.

Depois de alguns anos sem correr por falta de patrocínio, em dezembro de 2014 participou da última etapa do Moto 1000 GP Petrobras no Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. Entre as 19 motos que participaram, terminou a prova na nona colocação.

Em 2015, voltou às pistas mesmo sem patrocínio. Com os três pódios que conquistou ao longo do ano, garantiu patrocínio para disputar o SuperBike Brasil em 2016 pela equipe Honda. No ano passado, foi o vice-campeão brasileiro e o 2º colocado nas 500 Milhas.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas