Portal da Cidade Foz

novos projetos

Itaipu amplia apoio ao esporte e anuncia investimento de R$ 26 milhões

O anúncio foi feito no último sábado (10), no Parque da Piracema, em Foz do Iguaçu.

Postado em 12/03/2018 às 14:55 | Atualizado hoje às 13:23

(Foto: Nilton Rolin/Itaipu Binacional)

A Itaipu Binacional vai multiplicar por cinco o número de jovens atendidos pelos projetos sociais e esportivos apoiados pela empresa e passar das 600 crianças e adolescentes beneficiados atualmente para 3 mil ainda este ano. O anúncio foi feito neste sábado (10), no Parque da Piracema, na usina, em Foz do Iguaçu, durante a visita de uma comitiva liderada pelo presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Paulo Wanderley Teixeira, e pelo secretário de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Rogério Sampaio, judoca medalhista de ouro na Olimpíada de Barcelona, em 1992. 

A ajuda financeira da empresa – por intermédio do Programa de Proteção à Criança e ao Adolescente (PPCA) – será ampliada em alguns projetos já em andamento e também aplicada em modalidades ainda não contempladas. Isso será possível graças às novas parcerias em curso e ao maior aporte de recursos destinado pela Itaipu ao esporte.

Nos últimos cinco anos, a empresa investiu aproximadamente R$ 9 milhões nos projetos Meninos do Lago (canoagem), Velejar é Preciso (vela) e Jovens Atletas (atletismo). O subsídio financeiro para os próximos cinco anos será de R$ 26 milhões, o que permitirá, por exemplo, aumentar de 100 para 600 o número de atletas participantes do Meninos do Lago e começar a desenvolver projetos de judô, badminton, vôlei, futebol, basquete e xadrez. 

A maior parte do dinheiro será destinada ao custeio de professores, viagens, participações em campeonatos e na melhoria da infraestrutura para o treinamento. 

Em viagem oficial aos Estados Unidos, o diretor-geral brasileiro da Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna, foi representado na visita das autoridades do esporte pelo seu assistente Alexandre Teixeira – responsável pelo anúncio. 

Ao aprofundar o apoio à prática esportiva na região, a Itaipu, segundo Teixeira, pretende cada vez mais fazer da atividade uma ferramenta para promover a saúde, educação e socialização. “Hoje é um dia importante para o esporte e para a Itaipu, que mostra o seu comprometimento com uma prática que produz o bem-estar e ajuda o jovem a sair do descaminho e a ter um futuro melhor.”

A ação foi comemorada pelo presidente do COB. “O exemplo da Itaipu tem que ser seguido por mais empresas”, disse. “O esporte dá um bom retorno institucional e algumas organizações precisam saber disso. Algumas até querem ajudar, mas não sabem como chegar lá. As parcerias são um caminho”, ressaltou Paulo Teixeira.

Parceiros 

A maioria dos novos projetos ainda está sendo formatada, mas os recursos já estão garantidos pela Itaipu. A execução não cabe à empresa, que busca parceiros que já tenham trabalho desenvolvido e tenta ajudar conforme a necessidade, buscando potencializar os resultados. “Muitas vezes essas crianças treinam e, quando chega na hora de competir, não têm como pagar uma passagem de ônibus para viajar”, disse o gerente da Divisão de Iniciativas de Responsabilidade Social da Itaipu, Márcio Bortolini. "Isso desmotiva, então queremos garantir que elas tenham toda a condição para treinar, disputar e melhorar.”

A Prefeitura de Foz do Iguaçu é a principal parceira da empresa nessas ações. Todos os projetos contam também com o apoio do município, via Secretaria Municipal de Esportes. “Uma das premissas que temos é que o apoio da Itaipu não substitua o da Prefeitura, mas sim o complemente”, explicou Bortolini. Para ilustrar, citou como exemplo a cessão de uso do Ginásio Costa Cavalcanti, de propriedade da Prefeitura, para os treinos dos adolescentes do Projeto Jovens Atletas. 

Entre as demais entidades parceiras estão, na canoagem, a Federação Paranaense de Canoagem e o Instituto Meninos do Lago (Imel); no judô, o Conselho Comunitário da Vila C e a Judofoz; no Badminton, a Associação de Badminton de Foz do Iguaçu; no atletismo, o Instituto de Atletismo; na vela, o Iate Clube Lago de Itaipu; no futebol, o Sindicato dos Eletricitários de Foz do Iguaçu; e no xadrez, a Associação de Enxadristas de Foz do Iguaçu. 

Mais que medalhas 

Aos 50 anos, o ex-judoca Rogério Sampaio traz na bagagem a experiência de quem já subiu todos os degraus possíveis na vida de um atleta. Do início tímido e incerto, passando pelos treinamentos intensos e cansativos, derrotas pedagógicas e chegando à tão almejada glória do ouro olímpico foi um caminho difícil, porém, recompensador. 

Foi com este traquejo que, enquanto via a garotada da Associação Esportiva Judofoz rolar no tatame improvisado no Parque da Piracema, na manhã deste sábado, Sampaio – de longe a figura mais assediada do local – não titubeou ao sentenciar: “Esporte é muito mais do que simplesmente medalhas e títulos”. Ele sabe que a maioria dos jovens participantes de projetos sociais e esportivos não vai chegar ao alto rendimento, mas isso, garante, é o de menos.

“Já encerrei a minha carreira há alguns anos e as medalhas estão todas guardadas na gaveta. De vez em quando vou lá e dou uma olhada, mas a grande contribuição do esporte na minha vida foi o número de amigos que fiz e os valores que ficam, como o respeito ao próximo, aos mais velhos, aos professores e a vontade de aprender e melhorar a cada dia”, destacou.

“É por isso que o apoio de empresas como a Itaipu é fundamental, pois o que está se fazendo aqui é tentar formar pessoas melhores, que no futuro terão a capacidade de transformar a sociedade, tornando-a mais justa, ética e correta. Se alguém daqui chegar à Olimpíada, ótimo, mas se não chegar também não há o que lamentar.”

Apresentações e rafting

Também estiveram na Itaipu o presidente da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa), João Tomasini; o diretor do Departamento de Base de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Raimundo da Costa Neto; e presidentes de federações e entidades ligadas ao esporte. Todos assistiram às apresentações de jovens canoístas e judocas e, finalizando a visita, desceram de rafting o Canal Itaipu – onde acontecem os treinos de canoagem slalom do Projeto Meninos do Lago. 

Fonte: Assessoria

Deixe seu comentário