Portal da Cidade Foz

Política

Corte de gastos na Câmara gera economia de R$ 4,7 milhões no ano

Recurso foi devolvido à prefeitura para investimentos em áreas de interesse social; Em dois anos a Câmara economizou R$ 8,1 milhões.

Postado em 14/12/2018 às 14:11 |

(Foto: Divulgação/CMFI)

Com as medidas de corte de gastos e o fim das mordomias, a Câmara Municipal de Foz do Iguaçu economizou R$ 4,7 milhões em 2018. O montante foi devolvido ao Executivo em um ato de prestação de contas realizado na sexta-feira (14) pela mesa diretora presidida pelo vereador Rogério Quadros (PTB) e com a presença do prefeito Chico Brasileiro, do vice Nilton Bobato, secretários e representantes da sociedade civil organizada. O valor economizado será destinado às demandas de melhorias na cidade, principalmente nas áreas de maior interesse social como saúde, educação e segurança pública. Nos dois anos de gestão da atual mesa diretora foram devolvidos à prefeitura R$ 8,1 milhões.

Na prestação de contas, Rogério Quadros mostrou estatísticas comprovando o recorde de atividades dos vereadores nestes dois anos da atual legislatura. O comparativo ilustra o aumento da produtividade nos trabalhos da casa. Em 2016 foram 143 reuniões plenárias subindo para 183 no ano passado e 190 neste ano, até o momento. A quantidade de projetos dobrou saindo de 100 em 2016 para 199 no ano seguinte e neste ano foram apresentados 178. O número de proposições como requerimentos e indicações também aumentou de 1216 em 2016 para 2455 em 2017. Neste ano já são 2438 proposições ainda faltando uma semana para conclusão dos trabalhos.

“Chegamos na Câmara em um momento muito difícil para Foz do Iguaçu e num trabalho coletivo com a nova Legislatura fomos desenvolvendo um trabalho fundamental para a cidade” declarou o Presidente Rogério Quadros.

Trabalho com zelo e transparência

O prefeito Chico Brasileiro afirmou que a ação da Câmara Municipal vem ajudar muito ao Hospital, a saúde e todo o município de Foz do Iguaçu. “Estão trabalhando com transparência e zelo pelo dinheiro público” declarou o prefeito.

Para o vereador João Miranda (PSD), esses resultados mostram que a Câmara Municipal realizou uma política de transparência. “Quem ganha é o povo de Foz do Iguaçu, é isso que temos que ver e assim acreditarmos cada dia mais na política brasileira” acrescentou o parlamentar.

O Vereador Celino Fertrin (PDT) agradeceu a todos os servidores pela dedicação a alcançar essa realização e também expressou suas expectativas para o próximo ano. “Podemos chegar em um número ainda melhor no ano que vem, existe muita coisa que podemos fazer ainda e podemos melhorar ainda mais. Não estamos fazendo favor nenhum, apenas nossas obrigações como legislador e fiscalizador” opinou.

Entidades e Sociedade Civil

Representando o Observatório Social de Foz do Iguaçu, a Presidente da instituição, Leonor Venson de Souza, marcou presença no ato de devolução de recursos ao Executivo. “Foi uma economia bastante significativa, isso realmente vem a propiciar melhorias na nossa sociedade” destacou.

Para o Vice-Presidente do Conselho Superior da ACIFI, João Batista de Oliveira, a casa vem exercendo um ótimo trabalho. “Esse trabalho é o que esperamos e gostamos. Dessa maneira a economia funciona, isso gera mais trabalho e mais renda para o município” afirmou.

Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas