Portal da Cidade Foz

saúde

Hospital Municipal de Foz inicia mutirão de cirurgias eletivas neste sábado

Procedimentos acontecerão durante todo o mês de junho, sempre aos sábados. Meta é atender 160 pacientes em duas especialidades.

Postado em 31/05/2019 às 11:13 |

(Foto: Divulgação / AEN)

O Hospital Municipal Padre Germano Lauck (HMPGL) inicia neste sábado (1º de junho) o mutirão de cirurgias eletivas nas especialidades de cirurgia geral e urologia. Os procedimentos acontecerão durante o mês de junho, sempre aos sábados, e atenderá 160 pacientes com cirurgias de hérnia, colecistectomia, postectomia (fimose). Os mutirões vão zerar a fila de espera por estes tipos de procedimentos.

Ao todo, serão cinco mutirões que atenderão, a cada sábado, uma média de 20 a 35 pacientes. Todos os procedimentos serão realizados por três médicos do HMGL. Eles atendem a uma demanda reprimida da 9ª Regional de Saúde.

Com as novas instalações - que ampliaram de 3 para 5 salas de cirurgia e de 182 para 205 leitos - o Hospital Municipal foi o escolhido para realizar as operações nestas especialidades. A nova estrutura possibilita a oferta dos procedimentos sem interferir na continuidade dos atendimentos no setor de urgência e emergência.

“Esses procedimentos não demandam longo tempo de internação e não obstruirão o atendimento da urgência e emergência. O mutirão atesta o Hospital como referência para toda a região”, afirmou o diretor presidente do HMPGL, Sérgio Fabriz. De acordo com ele, um novo mutirão está previsto para agosto, na especialidade de ortopedia.

Ampliação

Os investimentos no Hospital Municipal já estão refletindo em vários indicadores. A reestruturação do setor de imagens, a modernização de equipamentos, a ampliação de leitos e salas de cirurgias aumentaram a demanda de serviços. O número de cirurgias praticamente dobrou, saltando de uma média de 300 para 540 cirurgias por mês. Mas o indicador mais evidente da modernização é o tempo de espera para exames. Um dos exemplos é o exame de tomografia. Antes o resultado demorava cerca de um mês e agora fica pronto em dois dias. Nos últimos dois anos, o Hospital realizou mais de 13 mil cirurgias eletivas e de urgência e emergência.

Fonte:

Deixe seu comentário