Portal da Cidade Foz

saúde

Novo tratamento para varizes é ofertado pela Secretaria Municipal de Saúde

Procedimento é rápido, seguro, elimina cortes e internação. Mais de 40 pacientes já foram atendidos desde que o tratamento foi implantado.

Postado em 28/07/2019 às 14:40 |

(Foto: Ilustrativa)

Foz do Iguaçu é um dos primeiros municípios do Paraná a disponibilizar na rede pública a escleroterapia, uma técnica especial para o tratamento de varizes. A nova especialidade está sendo ofertada no Centro de Especialidades Médicas Nossa Senhora Aparecida (antigo Poliambulatório), no Porto Meira, e consiste em aplicações de injeções em forma de espuma medicamentosa.

A escleroterapia é uma excelente alternativa, pois elimina cortes e internação. O procedimento é realizado no ambulatório e o paciente volta para casa no mesmo dia. “É um tratamento prático e seguro. Não há cortes e o paciente não precisa ficar em repouso. Utilizamos anestesia local e fazemos a injeção com a espuma medicamentosa, que fecha o vaso doente. Todo procedimento é guiado pelo ultrassom”, explicou a médica cirurgiã vascular e coordenadora do projeto, Dra. Iara Adamo Martins.

A especialidade começou a ser ofertada há pouco mais de dois meses e cerca de 40 pacientes já usufruíram das vantagens do tratamento, tais como a melhora na circulação sanguínea e a eliminação das dores e do inchaço. 

A dona de casa Adriana Souza Ramão é uma das pacientes que já está sentindo os efeitos positivos do tratamento. Ela estava na fila de espera para cirurgia e optou pelo tratamento, que teve início com aplicações na perna direita e continuará na esquerda. “Minhas veias eram muito grossas. Eu sentia muitas dores e câimbras, elas queimavam, não tinha qualidade de vida. Agora minha perna está perfeita, lisinha, eu me sinto mais disposta, sem dores, estou muito feliz”, afirmou.

Além de tratar um problema de saúde, o tratamento resgatou a autoestima de Adriana. “É também uma questão estética, minhas veias eram muito grossas e eu me sentia incomodada, agora, me sinto mais bonita”, comentou. 

Indicação 

O tratamento é indicado para todas as faixas etárias, sendo bastante procurado por jovens e idosos. A quantidade de sessões necessárias para a eliminação das varizes varia conforme a gravidade da doença. “Todos podem participar do tratamento, e ele é muito eficaz em casos crônicos. Além de melhorar a circulação, as aplicações preveem a cicatrização de feridas antigas. O tratamento também é uma alternativa para pessoas que não podem se submeter à cirurgia”, garantiu a médica.

Redução de filas

A nova técnica vai contribuir na redução de filas para procedimentos cirúrgicos de varizes. Segundo Dra Iara, a demanda por esse tipo de cirurgia no país é significativa. “Segundo pesquisas, 50% da população brasileira têm ou terá algum problema com varizes, isso faz as filas pelos procedimentos cirúrgicos serem imensas. Com a inovação da técnica, é possível ampliar o atendimento de uma forma mais prática e indolor para o paciente”, explicou a médica. 

Acesso 

O interessado em realizar o tratamento deve procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima de casa e agendar uma consulta. Após avaliação clínica, o médico realizará o encaminhamento do paciente para o tratamento no CEM Nossa Senhora Aparecida. 

Fonte:

Deixe seu comentário